http://www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2018/04/29873277_1664487713605316_681544321614811857_o-1200x400.jpg
Educação

Acre inicia jornada 2018 do Programa Educacional de Resistência às Drogas

Mágila Campos
05.04.2018 8:15
Atualizado 05.04.2018 às 13:58

O governado do Acre, iniciou esta semana a jornada 2018 do Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd), que é desenvolvido nas escolas públicas do Estado desde o ano de 1999.

A primeira instituição a receber o material pedagógico utilizado pelo projeto foi a Escola Estadual Belo Jardim, no segundo distrito da capital. A solenidade de entrega de cartilhas e conversas com os alunos e pais foi na tarde desta quarta-feira, 4.

À frente do programa estão a Secretaria de Educação e Esporte (SEE) e a Polícia Militar do Acre (PMAC). Além dos estudantes da instituição, participaram da solenidade, representantes das duas instituições fomentadoras do programa.

Em seu discurso o representante da pasta da educação, Marco Brandão, disse que o projeto é uma das ferramentas educacionais consolidadas na rede pública de ensino do Acre há muitos anos.

No Acre o Proerd existe desde 1999 e já alcançou 154 mil crianças (Foto: Mágila Campos/SEE)

Intensificamos nessas ações a formação de crianças e adultos para um mundo de paz, longe das drogas e da violência. É esse o trabalho que o Proerd cumpre, de dar caminhos, orientações para que a gente tenha cada vez mais pessoas do bem em nossa sociedade”, destacou.

O comandante-geral da PMAC, coronel Marcos Kinpara, destacou a importância da conscientização das crianças desde cedo. “Este programa figura entre os três maiores programas de prevenção do Estado do Acre, feitos pela segurança pública e pela educação acreana, e o meu desejo é que ele se estenda para todos os 22 municípios”, frisa.

O Proerd

O programa é desenvolvido em todo o Brasil. A missão dele é conscientizar os jovens sobre os malefícios e prejuízos causados pelo uso das drogas e pelo ingresso no mundo da criminalidade. Nas escolas ele funciona por meio de palestras,  orientação e disciplina.

No Acre, o Proerd existe desde 1999 e de lá para cá, já alcançou 154 mil crianças e adolescentes. Atualmente, além da capital, o programa atua em outros municípios como Cruzeiro do Sul, Rodrigues Alves e Mâncio Lima.

Em 2018 a meta é atender cerca de três mil alunos pelo programa, tanto da capital, como do interior do estado. Neste primeiro semestre, 32 instituições serão contempladas. Na Belo Jardim 110 alunos participaram do projeto.

Na Belo Jardim 110 alunos participaram do projeto no primeiro semestre (Foto: Mágila Campos/SEE

A diretora da escola, Eile Thaumaturgo, ressaltou que o Proerd ajuda no processo educacional das crianças e jovens da região. “É um trabalho de fundamental importância, pois estamos localizados num bairro considerado vulnerável à questão da violência e, dessa forma, atuamos como forma de combate, de preparação dessas crianças para resistir. Essa é nossa filosofia”, destaca.

Filosofia compartilhada e apoiada pelos pais dos estudantes. Dona Ilmara Barros participou do encontro junto à filha, aluna do 5º ano na escola. Para ela, que já aconselha a filha em casa sobre os perigos da dependência química, o auxílio da instituição de ensino nesse sentido só favorece o entendimento dos alunos.

É bem importante para os nossos filhos participarem dessas palestras porque são elas que vão encaminhar nossos filhos para o caminho do bem. É a primeira vez que participo de um evento como esse, com minha filha, e está sendo muito gratificante ver o empenho de todos os profissionais envolvidos no crescimento das crianças. O Proerd é fundamental na educação”, comenta.

A filha, Vitória Barros, de 10 anos, também está satisfeita com o programa, que inicia agora para ela. “Aqui eu já aprendi que temos que evitar usar drogas, sendo crianças ou adultos, porque é ruim para nós no futuro. E estudar sobre isso para mim vai ser muito bom, porque quero ser advogada e tem tudo a ver com o que eu quero ser”, declara.

Mais notícias