Cultura

Artistas apresentam o projeto Gameleira Cultural no Novo Mercado Velho

André Araújo
17.07.2017 15:48

O Novo Mercado Velho, em Rio Branco, espaço tradicional que abriga diversas representações culturais do Acre, como artesanatos, artigos religiosos, produtos medicinais e pratos típicos da culinária regional, recebeu e ofereceu outros atrativos para quem frequenta o local.

Trata-se de mais uma edição do projeto Gameleira Cultural, iniciativa que promove a circulação de artistas e seus produtos culturais em múltiplas regiões da capital, como escolas da rede pública, recintos culturais e praças, tendo como exemplo a utilizada no entorno do mercado.

O encerramento da primeira etapa da mostra foi realizada no domingo, 16,  A exposição póstuma das telas e esculturas do artista plástico Raimundo Marques, deu o ponta-pé inicial das atividades, que iniciou ainda pelo turno da manhã e foi organizado pelo educador Alexandre Anselmo.

No final da tarde, o público formou uma grande roda para acompanhar, dançar e interagir com a encenação da peça Mulheres de Moliére, feita pela Companhia Vice e Versa.

“Uma oportunidade maravilhosa de poder levar o nosso trabalho para as pessoas, contribuir com a formação do público e propagar os valores da arte”, destaca a atriz Claudia Toledo.

Encenação da peça Mulheres de Moliére, da Companhia Vice e Versa (Foto: Diego Gurgel/Secom)

A noite já tinha chegado, quando a dança, literalmente tomou conta da praça, onde diversos bailarinos apresentaram as coreografias de hip-hop, forró, pop e demais ritmos. Na sequência o grupo Oásis levou fragmentos do espetáculo Fusões.

Após as apresentações, uma tela gigante foi projetada pela Associação Acreana de Cinema (Asacine) para exibir a obra audiovisual, As Crônicas de Oliver, dos cineastas acreanos Italo Rocha, Marcelo Zuza, Rodrigo Oliveira e Lorran Nery.

Atento a cada representação cultural, o assistente de venda, Anderson Siqueira trouxe as pequenas Clara Almeida, de 2 anos e Alice Conde de 4 anos, para conferir passear e brincar no centro da cidade e aproveitar as atrações artísticas.

“Temos muitos espaços na nossa cidade e ações como essas, que promovam cultura, são de grande importância, pra mim e para as nossas crianças, pois é algo que contribui para os conhecimentos e diversão delas”, disse.

Anderson Siqueira levou as pequenas Clara Almeida e Alice Conde para prestigiarem as atrações culturais (Foto: Diego Gurgel/Secom)

O último ato da noite alegrou os amantes do Rock N’ Roll, que compareceram com suas camisas pretas, ilustrando as suas bandas favoritas, além demais acessórios para curtir o show acústico do grupo de Heavy Metal, Dream Healer.

“Foi preparado um repertório especial, com versões de canções autorais e clássicos do Rock no intuito de celebrar os 17 anos da banda com o nosso público, além de agregar com novas pessoas por meio desse projeto”, comenta o baterista Igor Alves.

Circulação Cultural

Os espetáculos do Gameleira Cultural foram apresentados de forma rotativa, desde o dia 21 de junho, no bairro Custódio Freire, nos conjuntos Ouricuri, Liberdade, São Francisco, Recanto dos Buritis, Tucumã, Belo Jardim III, Aeroporto Velho e Novo Mercado Velho

O edital do projeto compõe o programa Jamaxi Cultural, gerenciado pela Fundação Elias Mansuor (FEM), órgão do governo do Acre, e é orçado no valor de mais de R$ 600 mil para o fortalecimento dos sistemas nacional e estadual de cultura, contribuindo para o cumprimento das metas dos planos da área.

Mais notícias