Saúde

Capacitação é rotina na vida dos profissionais da maternidade

Leônidas Badaró
18.04.2017 10:52

Objetivo com a capacitação é garantir melhor atendimento aos bebês e as mães atendidas pela maternidade (Foto: Júnior Aguiar/Sesacre)

Uma das principais diretrizes da direção da Maternidade Bárbara Heliodora é oferecer um programa de capacitação contínua a seus profissionais. O entendimento é simples: servidor mais qualificado é igual a paciente melhor atendido.

Quase que diariamente, é oferecida alguma atividade que incentive aos profissionais o aprendizado de novos conhecimentos. Na última semana, por exemplo, a capacitação foi destinada aos servidores da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) pediátrica da Maternidade.

Os profissionais participaram da capacitação em Acolhimento do Recém-Nascido, da Criança e dos Familiares em Unidade de Terapia Intensiva.

“Fizemos um levantamento e descobrimos que o primeiro contato que os pais têm com a UTI pediátrica é bastante traumático. Inicialmente eles já são obrigados a se separarem do filho. Os pais ou grupo familiar também precisam receber esse primeiro atendimento e a partir daí entender os motivos do filho ter sido encaminhado a UTI”, explica o coordenador da UTI pediátrica, Ivan Santana.

O curso foi direcionado aos enfermeiros, técnicos em enfermagem e recepcionistas que são os primeiros a terem contato com essas famílias.

A capacitação já começa a apresentar os primeiros resultados positivos. “Já tivemos depois do início desse treinamento dois casos que demonstram uma diferença na postura dessas famílias. O certo é que família bem orientada participa diretamente no cuidado do recém-nascido ou da criança que entra na UTI”, explica Ivan.

Mais notícias