http://www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2018/04/IMG_8852-1200x400.jpg
Geral

Cidade do Povo recebe ações de promoção ao cooperativismo em junho

Da Redação
15.04.2018 11:11
Atualizado 13.04.2018 às 19:45

Foi lançado na última quinta feira, 12, o Dia C, em Rio Branco. A ação de incentivo ao cooperativismo é realizada todos os anos, simultaneamente, em todo o país e em 2018 será dia 30 de junho, pelo segundo ano consecutivo na Cidade do Povo, na capital acreana.

Todos os anos, o Dia C une o Brasil em uma corrente do bem levando os princípios cooperativistas de norte a sul do país. Com o tema “Atitudes simples movem o mundo”, a celebração do Dia C marca também o engajamento das cooperativas na contribuição aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e também à agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU).

Para Emerson Gomes, superintendente da Organização das Cooperativas do Brasil e Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (OCB/SESCOOP) no Acre, as ações realizadas durante o Dia C, na Cidade do Povo, já possibilitaram resultados animadores, por isso, a comunidade foi novamente escolhida.

“Realizar o Dia C novamente na Cidade do Povo é uma questão estratégica de contribuição para aquela comunidade. É a continuidade e ampliação do que já fizemos no local”, disse Gomes.

Solange Lins, coordenadora do Dia C, acredita que a data dedicada ao cooperativismo fortalece ainda mais as ações que já são realizadas cotidianamente em diversas frentes.

“O DNA do cooperativismo está baseado no interesse pela comunidade, e as cooperativas, independentemente do Dia C, já realizam diversas ações, seja na área ambiental ou não sempre pensando em ajudar alguém e ajudar a própria comunidade. Por isso o Dia C é importante, por unir as pessoas em prol do bem comum”, pontuou Solange.

Vanessa Pacheco acredita que é importante olhar para a realidade amazônica para desenvolver iniciativas que transformem a região, a partir das especificidades locais (Foto: Val Fernandes/Secom)

O lançamento contou com palestra da analista de promoção social do Sescoop Nacional, Vanessa Pacheco, que apresentou números do cooperativismo no Brasil. Para ela, é importante destacar que a realidade da Amazônia oferece inúmeras oportunidades de trabalho e mudanças sociais através do cooperativismo.

“Uma das coisas que inclusive eu mostrei a eles [durante a palestra] é que vocês estão no meio da Amazônia, com um monte de coisa acontecendo. Tanta coisa que o cooperativismo pode mostrar um diferencial e ajudar no desenvolvimento não só no Acre, como em todo o Brasil. Então eu trouxe a eles um pouco do que se pode fazer dentro dos ramos e até mesmo fora dos ramos, porque, afinal, vocês estão na Amazônia e tem muita coisa para se fazer”, pontuou Vanessa.

Aquiles Rodrigues integra uma cooperativa de rádio mototáxi que realiza ações sociais destinadas a todas as idades (Foto: Val Fernandes/Secom)

Exemplo disso é a Cooperativa Alternativa Rádio Mototáxi. Presidido por Aquiles Rodrigues, o grupo realiza ações sociais junto às comunidades riobranquenses.

“A nossa cooperativa vem ajudando cerca de 150 crianças, com um grupo de capoeira que dá aulas à pessoas de cinco a 100 anos sem cobrar nada. Então a gente ajuda as pessoas como a gente pode, apesar de não podermos fazer muito. Somos um grupo de voluntários e através da cooperativa, fizemos um projeto de doação à crianças de baixa renda. No Dia C, estamos planejando apresentações, ações de promoção ao esporte, entre outros. O objetivo é promover a inclusão social e evitar que as crianças e jovens entrem no mundo do crime”, disse Rodrigues.

A Cidade do Povo

Idealizada pelo governador Tião Viana ainda na sua primeira gestão, a Cidade do Povo é o maior empreendimento habitacional do Acre e conta com quase quatro mil famílias que viviam em áreas de risco e população de baixa renda residindo no local. O bairro planejado possui toda a estrutura necessária para o atendimento às famílias, como praças, creches, escolas, mercados, estação de tratamento de esgoto e uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Mais notícias