Saúde

Cinco pessoas recebem órgãos de um único doador no Acre

Álefe Souza
20.03.2017 15:04

Neste ano, mais de dez transplantes já foram realizados no Hospital das Clínicas (Foto: Angela Peres/Secom)

Um único doador salvou a vida de cinco pessoas que aguardavam por transplantes de órgãos no estado. Os procedimentos de retirada e transplante tiveram início neste domingo, 19. Um transplante de fígado e dois de rim foram realizados na madrugada e pela manhã desta segunda-feira, 20. Ainda esta semana, duas pessoas receberão as córneas.

Com isso, o número de transplantes realizados em 2017 sobe para 11: três de córneas, quatro de fígado e quatro de rins. Ao longo dos últimos 10 anos, mais de 280 transplantes de córneas, rim e fígado já foram feitos no Acre. Além disso, cerca de 350 pacientes receberam órgãos transplantados em outros estados via Tratamento Fora de Domicílio (TFD) da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre).

O Acre é o único estado da Amazônia que realiza transplantes de fígado regularmente. O governo do Estado trabalha para dar início aos transplantes de pâncreas.

“Esperamos continuar contando com a boa vontade dos familiares, que são os únicos que podem autorizar a doação. A Central de Transplantes trabalha com a sensibilização dessas pessoas para que entendam a importância do ato tanto para eles, quanto para quem recebe um órgão”, disse a coordenadora da Central de Transplantes do Hospital das Clínicas do Acre (HC), Regiane Ferrari.

Para ser doador não é necessário deixar nada por escrito, basta informar à família o seu desejo. A doação só se efetiva após a autorização familiar documentada. Podem ser doados rins, coração, pulmões, fígado, pâncreas e tecidos, córneas, pele e ossos.

Os órgãos são transplantados para os primeiros pacientes compatíveis que estão aguardando em lista única da Central de Transplantes de cada estado.

Mais notícias