http://www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2018/11/Foto-Alexandre-Noronha-Secom-min-1200x400.jpg
Segurança

Começa transição entre as equipes da Segurança Pública

Da Redação
22.11.2018 8:39
Atualizado 23.11.2018 às 13:51

As equipes de transição do governador Tião Viana e do governador eleito, Gladson Cameli, realizaram na tarde desta quarta-feira, 21, reunião para dialogar sobre a continuidade da gestão estadual. Os chefes das pastas apresentaram o montante que ficará em caixa para investimentos específicos. Eles também mostraram os avanços alcançados ao longo dos últimos anos e os desafios com o custeio mensal do Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp).

A reunião foi aberta pelo secretário de Segurança Pública e de Polícia Civil, Carlos Flávio Portela que fez uma fala em nome de todos os gestores do Sisp, e contou com a presença da chefe da Casa Civil, Márcia Regina Pereira e do coordenador da equipe de transição do governador eleito, o advogado Ribamar Andrade. O futuro comandante-geral da Polícia Militar, coronel Mário Cézar também esteve presente juntamente com os representantes das entidades de classe das categorias dos militares e agentes.

Segundo a chefe da Casa Civil, Márcia Regina Pereira, o encontro faz parte do processo de mudança de governo. Outras reuniões deverão ocorrer nos próximos dias.

Encontro foi realizado na Secretaria de Estado de Segurança Pública na tarde desta quarta feira, 21 (Foto: Alexandre Noronha/Secom)

“Essa é uma das áreas mais importantes do Estado, a área da segurança pública, nós temos a tranquilidade que a maioria tem integrantes de carreira, ou seja são do sistema, e estão vivenciando isso na segurança. Hoje foram apresentados os avanços e desafios de cada uma das áreas e também a parte burocrática, a parte administrativa e a partir de agora serão feitas reuniões setoriais para que a equipe de transição possa de forma individual repassar todas as informações”, ressaltou Márcia Regina.

Já Carlos Flávio Portela, enfatizou a importância da troca de informações para garantir a continuidade dos serviços essenciais e dos investimentos já em andamento.

“É uma oportunidade ímpar que temos de interagir com a próxima gestão que vai estar se iniciando no próximo ano. As equipes estão alinhadas para repassar o que for necessário para que o próximo governante tenha todas as informações disponíveis para que tome as melhores decisões em prol do nosso Estado. Isso é uma determinação do nosso governador Tião Viana onde apresentamos dados, índices e contratos em execução e a serem executados; e estamos à disposição para prestar os detalhamentos que certamente se farão necessários”, ressaltou Carlos Flávio.

Investimentos garantidos

Somente em 2017, o governo do Acre foi o que mais investiu em segurança em todo o país, o que representa um total de meio bilhão de reais. Para selar seu compromisso com o setor, o governador Tião Viana deixa para a próxima gestão recursos imprescindíveis para a continuidade das ações nos diversos setores da segurança.

São quase R$ 6 milhões de saldo, fruto do acordo com o Ministério Público do Trabalho (MPT) para reaparelhamento das forças de segurança, com aquisição de equipamentos e fardamento; R$ 1.59 milhões para melhorias na radiocomunicação digital, que já está funcionando de Mâncio Lima a Assis Brasil; Mais de R$ 2 milhões destinados à instalação da fase final das câmeras de monitoramento eletrônico inteligente na capital, fruto de emenda parlamentar.

Outros mais de R$ 6 milhões, oriundos de uma emenda da bancada federal destinados à aquisição de novas viaturas, além de R$ 700 mil para a compra de armas , e também R$ 3,4 milhões para aquisição de equipamentos de informática, Equipamentos de Proteção Individual e ambulâncias.

Mais notícias