http://www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2017/03/DSC_9165.jpg
Infraestrutura

Distribuição de água em Brasileia segue normalizada

Juliana Carla
07.11.2018 18:29
Atualizado 07.11.2018 às 18:29

Desde as primeiras horas desta quarta-feira, 7, o sistema de produção e distribuição de água no município de Brasileia passa a operar normalmente após substituição do equipamento que parou de funcionar deixando os serviços comprometidos.

Cerca de 4 mil famílias utilizam o sistema do Departamento Estadual  de Pavimentação e Saneamento (Depasa), para ter água tratada em suas residências. Diariamente são distribuídos em média 6 milhões de litros de água tratada aos moradores de Brasileia.

Na última semana, devido a grande demanda, a principal bomba de captação parou de funcionar deixando o sistema sem possibilidade de distribuição. O diretor-geral do Depasa, Moisés Diniz, logo que informado sobre a situação buscou resolver o problema para que os serviços fossem normalizados. Diante da situação, para garantir o abastecimento foi providenciada a substituição do equipamento e enviados caminhões-pipas para dar o devido suporte nas escolas e hospital do município.

“Essa é uma situação que infelizmente está sujeita acontecer, mas prontamente nós já providenciamos a substituição da bomba e os serviços já voltaram a funcionar devidamente, agora a gente chama a atenção com relação ao desperdício que é o que muitas vezes sobrecarrega os equipamentos, se já abasteceu sua caixa d’água feche o registro e evite o desperdício, derrama na casa de alguns e pode faltar pra outros, nos ajudem nesse sentido”, disse.

No Acre, a rede de água passou de 300 quilômetros, em 2000, para mais de 2.300 quilômetros em 2016. Enquanto só na capital, por exemplo, a taxa de mortalidade infantil, um dos principais indicadores de qualidade de vida e de saúde, saiu de 21,81, em 2007, para 11,46 óbitos infantis (a cada 1.000 nascidos vivos) em 2017.

Mais notícias