Dos isolados à capital, 2017 foi ano de grandes investimentos na infraestrutura

Dos isolados à capital, 2017 foi ano de grandes investimentos na infraestrutura

O ano de 2017 consolidou grandes avanços para os setores ligados à infraestrutura do Estado. Grandes estruturações e serviços foram executados nas cidades acreanas, contemplando as áreas de saneamento básico, mobilidade urbana, habitação, segurança pública, saúde e demais segmentos públicos.

Uma das exemplificações está nas ações desenvolvidas pela gestão Tião Viana com o Programa de Saneamento Ambiental Integrado e Inclusão Socioeconômica (Proser), que ampliou o fornecimento de água, construiu as redes de esgoto, pavimentação e módulos sanitários para famílias de baixa renda.

Foto: Sérgio Vale/Secom

O projeto atua nos quatros municípios de difícil acesso e alcançou o índice conclusivo de 70% em Marechal Thaumaturgo, 61% em Santa Rosa do Purus, 41% em Porto Walter e 25% no Jordão. Os trabalhos seguem para a fase final no decorrer de 2018, num investimento de R$ 100 milhões. 

Acrelândia, Assis Brasil, Brasileia, Cruzeiro do Sul, Feijó, Porto Acre e Sena Madureira receberam os investimentos no sistema de abastecimento de água, como a instalação de novas adutoras, estações de tratamento, reservatórios e demais reestruturações.

A ação vai beneficiar mais de 60 famílias (Foto: Sérgio Vale/Secom)

“Como perspectiva para 2018, concluiremos todo este cronograma que está mudando completamente a realidade dessas comunidades. Será um salto civilizatório que se tornará referência para o país”, destaca o diretor-presidente do Departamento Estadual de Pavimentação e Saneamento (Depasa), Edvaldo Magalhães.

Neste ano, a autarquia também articula a ampliação do sistema de abastecimento de capital, com a modernização da Estação de Tratamento de Água (ETA I), localizada no bairro Sobral.

Obras públicas

Nos quesitos urbanização e novos espaços públicos, a gestão estadual implementou 11 praças na Cidade do Povo, um Centro de Referência de Assistência Social (Cras), concluiu as obras de uma escola técnica e iniciou a construção de uma delegacia na localidade, além da entrega de 217 novas unidades habitacionais.

As comunidades dos bairros João Eduardo I e II, Novo Horizonte, Bahia, Sobral, Bela Vista e Castelo Branco foram beneficiadas com as áreas de lazer do Parque Palheiral. As pistas de caminhada e ciclismo do Parque Tucumã passaram por reforma e ampliação. Uma quadra poliesportiva foi inaugurada no bairro Mocinha Magalhães.

Obra do Parque Palheiral leva, além de saneamento e infraestrutura, mais dignidade para quem vive na região (Foto: Sérgio Vale/Secom)

“Outros destaques foram a inauguração da Maternidade de Feijó, a edificação da Sala de Coleta do Hospital das Clínicas em Rio Branco, a reestruturação da escola Anselmo Maia em Cruzeiro do Sul, a construção do Núcleo Estadual de Tecnologia Assistiva e o início da construção de oito escolas públicas”, relata o titular da Secretaria de Estado de Obras Públicas (Seop), Átila Pinheiro.

Maternidade de Feijó conta com estrutura de qualidade e acessibilidade para deficientes físicos (Foto: Sérgio Vale/Secom)

As reformas dos quartéis da Polícia Militar de Xapuri, Tarauacá e Mâncio Lima, os trabalhos para a nova sede do 3º Batalhão na Baixada do Sol e a ampliação da unidade prisional de Senador Guiomard e do Posto de Fiscalização Policial no trevo entre Senador Guiomard e Plácido de Castro compreendem alguns dos investimentos feitos na Segurança Pública.

Foram R$ 130 mil na reforma e ampliação do quartel em Xapuri, que abriga uma tropa de 33 policiais militares que garantem a segurança de 17 mil pessoas (Foto: Sérgio Vale/Secom)

Também foram iniciadas as reformas de bibliotecas nos municípios, a construção do Museu dos Povos Acreanos, a urbanização do Lago do Amor e a revitalização de outros espaços públicos. Na totalidade, o governo investiu R$ 400 milhões na execução de obras.

Em dezembro, foram assinadas ainda as ordens de serviço para as obras de reforma e ampliação das unidades prisionais Evaristo de Moraes, de Sena Madureira e Antônio Amaro em Rio Branco e a etapa final das obras de verticalização do Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb).

Mobilidade

Mesmo com as adversidades provocadas pela atual crise no cenário econômico, constantes intervenções foram executadas nas rodovias estaduais, nos aeródromos situados nos municípios, na melhoria de ramais, na inauguração da ponte sobre o Riozinho do Rola e na reparação de outros meios de acesso.

“Iniciamos a recuperação da rampa do porto de Cruzeiro do Sul, da via de acesso ao porto de Rodrigues Alves, melhorias na drenagem em trechos do Segundo Distrito da capital, além de várias ações integradas com as demais prefeituras no desenvolvimento contínuo da nossa infraestrutura”, informa o diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem do Acre (Deracre), Cristovam Moura.

Deracre promoveu melhorias nos pontos mais críticos das rodovias estaduais (Foto: Diego Gurgel/Secom)

Com o empenho do governador Tião Viana junto à então presidente Dilma Rousseff e toda a bancada federal do Acre, em Brasília, o recurso na ordem de R$ 20 milhões foi destinado para o início da construção do anel viário e a nova ponte que vai interligar Epitaciolândia e Brasileia.

A execução será feita pelo Deracre e a previsão para o início das obras é no segundo semestre de 2018.

A ponte sobre o Riozinho do Rola beneficia mais de mil famílias dos ramais Moreno Maia, Boa União e Barro Alto (Foto: Diego Gurgel/Secom)

Texto de André Araújo || Fotos de Secom/Acre || Diagramação de Izaias Almeida