http://www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2018/05/5A9B1E9E-AF5C-47A9-9F78-5C997B0B26D1-1200x400.jpeg
Produção

Empresários peruanos firmam acordo para compra de ração com a Peixes da Amazônia

Samuel Bryan
15.05.2018 10:24
Atualizado 17.05.2018 às 17:52

O governador Tião Viana se reuniu na manhã desta terça-feira, 15, com diretores do complexo de piscicultura Peixes da Amazônia e empresários peruanos que fecham no estado um acordo para comprar a ração produzida no Acre.

Os empresários Ivan Sanchey e Yovani Sanchey já estão em negociação com a Peixes da Amazônia há sete meses (Foto: Sérgio Vale/Secom)

Os empresários Ivan Sanchey e Yovani Sanchey já estão em negociação com a Peixes da Amazônia há sete meses na busca por um acordo para compra de ração para tilápia, peixe que produzem em larga escala na região de San Martín. Agora, eles estão conhecendo a estrutura da Peixes da Amazônia e em cerca de 60 dias será enviada a primeira remessa para o país vizinho.

“Estamos tratando de encontrar um produto de alta qualidade, pois no mercado peruano não há produto adequado. Por isso viemos junto a Peixes da Amazônia, ver suas instalações para fazer essa introdução da ração no Peru”, ressalta Yovani Sanchey.

O diretor-presidente da Peixes da Amazônia, Inácio Moreira, destaca que a empresa já possui um bom acordo comercial com o Peru, enviando 17 toneladas de pescado semanalmente para a região de Porto Maldonado, além de também vender ração na região. Ele comemora o negócio com os empresários de San Martín como uma forma de expansão dos negócios da empresa.

“A nossa meta é subir os Andes. Tanto Cusco, quanto Lima são cidades turísticas com uma diversidade muito grande de um público do mundo inteiro. São pessoas que apreciam a culinária peruana e nosso pirarucu é estratégico para que a gente possa valorizar esse peixe exótico na região amazônica”, destaca Inácio.

Fábrica de ração exporta grande parte de sua produção para Rondônia e agora ampliará para o Peru (Foto: Angela Peres/Secom)

Peixes da Amazônia

Um dos maiores complexos de piscicultura do país foi criado durante a gestão do governador Tião Viana, num investimento público-privado-comunitário de mais de R$ 50 milhões. O espaço reúne laboratório de alevinos, fábrica de ração e frigorífico de pescado, fazendo parte do programa de fomento da piscicultura no Acre promovida pelo governo do Estado, que construiu mais de quatro mil tanques comunitários para pequenos produtores.

Mais notícias