Cidades do Acre

Estado reforça pedido de informações dos municípios para cadastro no Mapa do Turismo

Márcia Moreira
18.04.2017 17:00

Na Amac, Rachel apresentou a necessidade de as cidades enviarem os documentos para cadastro no Mapa do Turismo (Foto: Alexandre Noronha/Secom)

A gestora estadual de Turismo e Lazer (Setul), Rachel Moreira, reuniu-se com os prefeitos do estado na tarde desta segunda-feira, 17, na Associação de Municípios do Acre (Amac), para destacar a necessidade de as cidades enviarem os documentos para cadastro no Mapa do Turismo.

A iniciativa tem como objetivo identificar o desempenho da economia do setor, assim como ajudar o Ministério do Turismo (MTur) a gerenciar a distribuição de recursos.

Na oportunidade, ela lembrou que o sistema abrirá para registro a partir de 1o de maio, por isso, as instituições responsáveis pelo turismo de cada localidade devem remeter a documentação até o último dia de abril.

Apontou, ainda, que algumas cidades não possuem órgãos voltados ao turismo, o que é necessário para o cadastramento junto ao ministério.

“A solução é que se mude a lei orçamentária desses municípios para a inserção do segmento do turismo. Colocamo-nos à disposição para conversar com os vereadores, a fim de apresentar a problemática e explicar a importância de uma pasta voltada  a esse setor”, diz Rachel.

Até o momento, apenas seis dos 22 municípios enviaram toda a documentação. No cadastro feito em 2016, somente dez foram cadastrados: Plácido de Castro, Porto Acre, Tarauacá, Santa Rosa do Purus, Feijó, Marechal Thaumaturgo, Cruzeiro do Sul, Xapuri, Assis Brasil e Rio Branco.

Rachel destaca que não estar enquadrado no mapa implica perda de recursos do Ministério do Turismo, seja por meio de editais ou por emendas parlamentares. “Estamos pressionando por meio de ofícios e ligações para os gabinetes, pois entendemos a importância dessa verba para o setor turístico dos nossos municípios. Precisamos desse aporte federal para fortalecer o trade [hotéis, restaurantes e demais equipamentos turísticos] de todas as regiões acreanas.”

Para participar, os órgãos gestores precisam enviar a Documentação Orçamentária Anual (ano referência 2016) direcionada para o turismo, o termo de compromisso de adesão ao Programa de Regionalização do Turismo, assinado pelo representante legal do município, e o documento de comprovação da existência do Órgão Oficial de Turismo, bem como indicar os responsáveis pela pasta, endereços, e-mails e telefones de contato. Já a Setul ficará responsável pela categorização junto ao MTur.

Mais notícias