Saúde discute estratégias para que atendimento não seja prejudicado com demissões

16.02.2017 14:00 Por Álefe Souza
Tags:Demissões, saúde, sesacre

Durante a reunião, gestores discutiram soluções para que o atendimento nas unidades não seja afetado (Fotos: Junior Aguiar/Sesacre)

Na manhã desta quinta-feira, 16, o secretário de Estado de Saúde (Sesacre), Gemil de Abreu Junior, reuniu-se com gerentes das unidades de saúde de Rio Branco para conversar sobre o fluxo de trabalho nas unidades onde haverá demissão de servidores com contratos irregulares.

“Estamos ouvindo os gestores, definindo áreas que não podem parar e o que será necessário para que os serviços essenciais não sofram descontinuidade nem haja prejuízo para o atendimento à população”, explicou Gemil.

A demissão é uma recomendação do Ministério Público do Estado do Acre encaminhada à Secretaria de Gestão Administrativa (SGA), em virtude da constatação de irregularidades na contratação dos referidos servidores.

A gestão da Sesacre trabalha para que os profissionais aprovados no concurso vigente sejam convocados, a fim de suprir a falta gerada pelas demissões.