http://www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2018/01/DSCN9570-e1515721430741-1200x400.jpg
Saúde

Sesacre agiliza serviços para deficientes físicos

Lane Valle
11.01.2018 15:39
Atualizado 11.01.2018 às 20:48

Sensível às reivindicações de pessoas com deficiência, o secretário adjunto de Atenção à Saúde, Ráicri Barros, junto com representantes de alguns setores da Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre) e da Oficina Ortopédica do Acre, reuniu-se nesta quarta-feira, 10, com representantes do Centro de Apoio à Pessoa com Deficiência Física do Acre (Capedac).

“A pauta de hoje é sobre as cadeiras de rodas. Junto com representantes do Capedac, Sesacre e Hospital das Clinicas, reajustamos alguns critérios para priorizar essas aquisições. Assim, chegamos ao atendimento dessas pessoas que têm necessidade, priorizando os casos em que a demanda careça de uma atuação mais imediata”, pontua Barros.

Representantes foram recebidos pelo secretário adjunto de Atenção à Saúde (Foto: Assessoria Sesacre)

O encontro pautou algumas reivindicações dos cadeirantes, sendo que alguns encaminhamentos já haviam sido resolvidos no dia anterior, quando representantes do Capedac e governo se reuniram no Gabinete Civil para restabelecer o fornecimento de material médico hospitalar que deixou de ser enviado por problemas com fornecedores até sexta-feira próxima.

“O estado fez uma compra emergencial para manter o atendimento de forma mínima. Recentemente, a licitação para aquisição desse material hospitalar foi concluída com êxito. Hoje, o compromisso foi diretamente com o fornecedor para que houvesse a disponibilização e os representantes acompanharam esse processo e o esforço da Sesacre em promover as providências que lhe cabem para que em um tempo curto, esperamos que essa semana ainda, a gente consiga restabelecer o fornecimento de sondas e coletores de forma regular”, esclarece o secretário.

A área técnica de Saúde da Pessoa com Deficiência da Sesacre vai  realizar um levantamento quantitativo de pessoas que, nesse primeiro momento, precisam de cadeira de rodas de forma mais emergencial em Rio Branco e nos demais municípios. Outras reivindicações da categoria, como oficina para manutenção das cadeiras, ampliação da revalidação do receituário para aquisição do material hospitalar de uso continuo, ambulância, entre outros temas também foram discutidos durante a reunião com o secretário.

“Acreditamos que vamos conseguir resolver algumas situações. Saímos com algumas demandas já encaminhadas, e a promessa de outras se resolverem ainda essa semana. Precisamos desse olhar mais atento, e do compromisso do estado em garantir diretos de quem realmente precisa desse auxilio”, destaca Edivânio Silva, presidente do Capedac.

Mais notícias