Governo

Governo discute ações culturais e sociais contra a criminalidade

Samuel Bryan
09.01.2017 18:42

Nazareth Araújo passou toda esta segunda-feira discutindo com membros do governo e entidades civis como promover e fortalecer ações sociais (Foto: Val Fernandes/Secom)

A governadora em exercício Nazareth Araújo realizou durante toda esta segunda-feira, 9, uma série de reuniões com membros de instituições governamentais e civis para discutir medidas culturais e sociais que possam ser integradas nos esforços contra a criminalidade.

Nazareth atentou que muito já se tem feito no âmbito da segurança pública, como o reforço do sistema prisional e a contratação de novos agentes socioeducativos, além do anúncio do concurso para 500 policiais civis e militares.

Agora é hora de fortalecer ações que ajudem na recuperação de reeducandos e jovens em situação de vulnerabilidade social.

“Esse é um trabalho que tem que ir muito além da repressão policial. É dar oportunidades e agregar valores positivos na vida dessas pessoas, ou não importa quantos presídios construirmos, não haverá redução dos índices de criminalidade sem a reinserção”, disse a governadora.

No âmbito cultural, a proposta junto à Fundação Elias Mansour (FEM) e à Secretaria de Esporte é a de justamente promover ações culturais e esportivas.

A ideia da presidente da FEM, Karla Martins, é atuar em bairros específicos, realizando o chamamento de jovens para projetos inclusivos, como a Cidade do Povo, Calafate e Taquari.

“Realizamos recentemente um projeto, em parceria com o Tribunal de Justiça, em que mães reeducandas puderam ter um momento com seus filhos na biblioteca pública do Estado. Foi uma ação com um grande significado, aproximando essas pessoas em um ambiente lúdico”, revelou Karla.

Os encontros ainda reuniram membros da Assessoria Especial da Juventude e entidades religiosas.

A ideia é criar um plano de ações ainda este mês, para levar a Brasília durante as discussões da criação do Sistema Nacional de Segurança Pública.

Mais notícias