Governo

Governo investe quase R$ 1 milhão em saneamento nas aldeias indígenas do Jordão

Ana Paula Pojo
19.05.2017 20:53

Ação contempla até 32 aldeias e beneficia quase três mil pessoas nas terras indígenas do Alto e Baixo Rio Jordão (Foto: Gleilson Miranda/Secom)

O governador Tião Viana, acompanhado pelo senador Jorge Viana e parlamentares da base de governo, esteve nesta sexta-feira, 19, nas terras indígenas do Alto e Baixo Rio Jordão, especificamente na aldeia São Joaquim, em Jordão, para anunciar investimentos de mais de R$ 1 milhão em saneamento básico e abastecimento de água que contemplam mais de três mil indígenas.

Serão beneficiadas 386 famílias, com ações que incluem a implantação de reservatórios de água, redes de distribuição, ligações domiciliares, kits de bomba com placas solares e motobombas tradicionais.

Uma equipe técnica do Departamento Estadual de Água e Saneamento (Depasa) está no local se reunindo com as lideranças indígenas de 32 aldeias, que serão alcançadas com o programa de abastecimento de água.

“Este trabalho que fazemos aqui tem um grande significado, pois água tratada reduz diversas doenças. Nós fazemos isso para proteger a vida de vocês”, disse Tião Viana, destacando os investimentos do governo na educação indígena.

Foram anunciados a implantação de duas turmas de ensino médio no São Joaquim e outros investimentos como os R$ 14 milhões destinados à produção sustentável.

O assessor especial indígena Zezinho Kaxinawa disse que as terras indígenas do Alto e Baixo Rio Jordão e o Seringal Independência reúnem aproximadamente quatro mil Huni Kuins, que serão beneficiados com essas melhorias.

“São investimentos que vão melhorar a qualidade de vida das pessoas e reduzir em até 80% a mortalidade infantil, causada por doenças relacionadas à água. O Acre é o único estado brasileiro onde o governo estabelece essa relação com as comunidades indígenas”, afirmou Kaxinawa.

O senador Jorge Viana lembrou os esforços dos últimos governos em prol das populações indígenas acreanas. “Quando começamos nossa luta, tínhamos em torno de dez mil índios no Acre. Hoje temos cerca de vinte mil, por isso é importante fazer escolas, investir em saneamento e em melhorias para as comunidades. Este governo vai deixar sua marca em todas as aldeias do Acre, pois está mudando a vida dos povos indígenas criando condições e melhorias”, afirmou o senador.

Ação inovadora

Para o diretor do Depasa, Edvaldo Magalhães, essa experiência nas aldeias é verdadeiramente nova. “É o abastecimento de água em municípios isolados e em áreas mais isoladas ainda. Estaremos em 32 aldeias para fazer cacimbão, incluir bomba e construir uma rede de abastecimento para cada uma das residências de modo permanente”, contou o gestor.

A liderança Huni Kuin da Aldeia São Joaquim, Osvaldo Mateus Isaká, disse que para a comunidade o momento é de gratidão e felicidade. “Nós nos sentimos muito felizes de receber o saneamento básico. Precisamos muito disso para vivermos em tranquilidade com nossas famílias. São só notícias boas. Permanecemos unidos e agradecidos por esses benefícios”, disse a liderança.

Mais dez escolas indígenas para a comunidade

Investimentos em educação também foram anunciados (Foto: Gleilson Miranda/Secom)

O vice-prefeito de Jordão, Ademir Figueiredo, comemorou o anúncio feito pelo governo e aproveitou para assinar o documento que autoriza a reforma e construção de mais dez escolas indígenas no Jordão.

“Aqui são muitos investimentos. Estamos fechando o programa Luz Para Todos e vamos montar o grupo gerador da comunidade Boa Vista, um investimento de quase R$ 50 mil. E agora assinamos a ordem de serviço para a construção e reforma de dez escolas indígenas aqui no Jordao”, anunciou.

O que disseram:

“Agradecemos ao governo por buscar essas melhorias e indicar esses projetos nas nossas aldeias. Tínhamos esse sonho desde o ano 2000 e hoje ele se torna uma realidade para estas 32 lideranças indígenas.” – vereador de Jordão Fernando Barbosa.

“Obrigada ao governo por esta ação e por trabalhar em prol das melhorias nas terras indígenas, concedendo ações que nunca antes estas populações haviam recebido. São políticas de desenvolvimento importantes. Em outubro vamos iniciar ainda a construção dos kupixawas [casas de rituais] nas aldeias.” – deputado estadual Jenilson Leite.

“Agora o governo traz um investimento grandioso que é a água para estas aldeias. Um investimento feito com carinho para o povo. É água tratada na torneira todos os dias.” – presidente da Assembleia Legislativa do Acre, deputado estadual Ney Amorim.

Mais notícias