http://www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2017/06/DSCN9727-1200x600.jpg
Saúde

Governo Tião Viana fortalece saúde no Juruá com entrega da nova UPA de Cruzeiro do Sul

Fhaidy Acosta
06.11.2018 8:09
Atualizado 07.11.2018 às 18:44

O governo do Estado entrega ainda neste mês a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Cruzeiro do Sul, que vai atender a população de toda a regional do Juruá. A obra, realizada pelo governo do Estado, em parceria com o Ministério da Saúde (MS), estava em andamento, mesmo com a suspensão de parte do recurso pelo MS.

A portaria de suspensão da verba foi revogada após a comprovação do andamento da obra por parte da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre). O entendimento de suspensão por parte do MS deu-se devido a não atualização no sistema de acompanhamento. Após a Sesacre esclarecer que o mesmo está travado, ou seja, não permite que seja enviado novas informações, o MS revogou a portaria liberando o restante do recurso.

Para a construção, o MS disponibilizou um total de 2,5 milhões de reais, sendo que faltava ainda um repasse de 500 mil do valor total. Já o governo do Estado destinou o valor de R$ 1,6 milhão de reais como contrapartida para a construção da unidade.

“Para a conclusão da obra, faltam poucos ajustes, só o acabamento final, como o forro, conclusão do piso e instalação das janelas que já está sendo realizada, sendo finalizada até o fim do mês. Parte dos equipamentos mobiliários para a unidade já está em processo licitatório”, destaca o secretário adjunto de Planejamento e Gestão da Sesacre, João Francalino.

Atendimento à população

Além de Cruzeiro do Sul, a UPA na região do Juruá vai beneficiar a população dos municípios de Mâncio Lima e Rodrigues Alves, estimada em mais de 120 mil pessoas, além de moradores de municípios amazonenses, como Guajará, que já procuram atendimento de saúde na região.

Formada por dois pavimentos e com uma área de mais de 2,2 mil metros quadrados, a UPA irá realizar atendimentos diversos como ambulatoriais, urgência, e espaços técnicos necessários para a unidade de saúde.

A unidade terá salas para a classificação de risco, além de quatro salas de exames, sala de distribuição de medicamento, posto de enfermagem e atendimento social. E também serão disponibilizados 22 leitos, distribuídos em observação masculino, feminino, infantil, individual e urgência.

Mais notícias