http://www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2018/11/IMG_2560-e1543069531739-1200x400.jpeg
Governo

Inicia processo de transição na área de Comunicação do Governo

Da Redação
24.11.2018 9:28
Atualizado 30.11.2018 às 14:04

A transição entre as comissões instituídas pelo atual governo e o governo eleito iniciou nos primeiros dias de novembro. Desde então o trabalho tem sido realizado entre essas duas equipes e alguns colaboradores, de acordo com as áreas pautadas em cada reunião. Mas, entendendo as especificidades da Comunicação, as duas comissões liberaram a atual gestora da pasta e a gestora escolhida para assumir a função em 2019, para dialogarem separadamente do núcleo.

Duas reuniões já foram realizadas. Na primeira, a secretária Andréa Zílio apresentou a estrutura funcional das duas pastas pelas quais responde, pois além da Secretaria de Comunicação (Secom), ela acumula a função de presidente da Fundação Aldeia de Comunicação (Fundac), que abrange a TV e rádio Aldeia, a rádio Difusora. A Agência de Notícias apesar de fazer parte da lei de criação da Fundac, é uma estrutura mantida dentro do prédio onde funciona a Secom.

Silvânia Pinheiro, a próxima gestora da pasta, teve a oportunidade de conhecer detalhadamente o organograma de funcionamento das duas instituições e o quadro funcional. Criada na gestão de Tião Viana, do qual a jornalista Andréa Zílio faz parte desde o primeiro mandato, a rede de assessores é fruto de um trabalho que ela coordenou junto a sua equipe, entendendo que a pasta de Comunicação precisa ter autonomia e unidade.

Em gestões anteriores, os assessores de imprensa eram ligados diretamente a cada secretaria, sem um trabalho de comunicação centralizado. Em 2007, no governo Binho Marques, a agência foi criada, e de lá pra cá, o seu papel foi ampliado.

“Entendemos que a pasta da Comunicação precisa ter autonomia com os profissionais da área que exercem tais funções na estrutura de governo e o governador Tião Viana nos deu total espaço para construirmos isso. Hoje a Notícias do Acre funciona como uma redação, em que cada assessor responde por mais de uma secretaria de área afins. Três áreas têm equipes que formam núcleos diretamente nas estruturas das pastas, que são: Saúde, Educação e Segurança. Dessa forma, essa equipe de profissionais realiza o trabalho diário de divulgar as ações de governo na agência, como parte do trabalho de assessoria, além das demais tarefas, como o atendimento diário aos jornalistas nos veículos”, comenta a secretária Andréa Zílio.

Sobre o processo de desligamento dos servidores que são cargos em comissão, Andréa diz que a Secom e Fundac seguirão a orientação que está sendo dada a todos os órgãos da estrutura de governo, mas que será garantido o funcionamento mínimo de toda a estrutura, mantendo a TV, rádios e agência no ar.

“Nós manteremos o número mínimo e contamos com os funcionários da casa, assim faremos uma readequação e garantiremos os produtos no ar no mês de dezembro. E em janeiro, a nova gestora certamente definirá sua equipe e o formato que pretende trabalhar. Estamos prezando por um processo de transição transparente e tranquilo, e a colega Silvânia Pinheiro tem sido extremamente respeitosa e tem contribuído muito para isso. Eu desejo que ela tenha sucesso no novo desafio”, ressalta Zílio.

A nova gestora já teve conhecimento durante as reuniões sobre todos os contratos que a Secom administra, inclusive, o de mídia, e a situação de cada um deles. Outras reuniões deverão acontecer já a partir da próxima semana.

“Agradeço a disponibilidade e toda atenção dispensada pela secretária Andréa Zílio, por quem tenho grande respeito e admiração pela sua pessoa e pelo trabalho desenvolvido durante os anos em que está à frente desta pasta. O processo no nosso setor está iniciado e certamente vamos continuar trabalhando pautados sempre pelo diálogo, a unidade e o respeito à imprensa”, disse Silvânia Pinheiro.

Mais notícias