Cidades do Acre

Mais de 40 mandados são cumpridos durante 3ª fase de Operação “Êxodo”

Sandro de Brito
12.09.2017 11:17

A Polícia Civil deflagrou na madrugada desta terça-feira, 12 de setembro, a 3ª fase da Operação “Êxodo” na capital e em mais cinco municípios, cumprindo 44 mandados judiciais. A ação é coordenada pela Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado (Decco) em conjunto com o Departamento de Inteligência (DI) e Divisão de Investigações Criminais (DIC).

Até o momento, 23 pessoas foram presas. Três armas de fogo foram apreendidas, munições de calibres variados, drogas, além de materiais eletroeletrônicos.

Coletiva da Segurança Pública e Ministério público foi realizada no auditório da Polícia Civil (Foto: Sandro de Brito)

“A operação ainda está em andamento. São lideranças e executores de crimes de alto poder lesivo que foram colocados atrás das grades. Nós tivemos armas e drogas apreendidas, isso parece um discurso corriqueiro. Na verdade, estamos fazendo isso rotineiramente. Veja essa união entre as forças policiais, Ministério Público e Poder Judiciário fazem com que se demonstre claramente que organizado é o Estado democrático de direito”, destacou Emylson Farias, secretário de Segurança Pública.

Foram cinco meses de planejamento e investigação policial realizada diretamente por 80 agentes, oito delegados e seis escrivães. O principal objetivo é combater a criminalidade em Rio Branco, Tarauacá, Sena Madureira, Manoel Urbano, Bujari e Senador Guiomard.

Carlos Flávio Portela, secretário de Polícia Civil, lembrou que a operação ocorreu de forma simultânea em três diferentes regiões do Acre. Portela agradeceu a colaboração da sociedade e destacou que o numero 181 pode ser usado pela população para aproximar a polícia do cidadão. “A ligação é de graça, com preservação do sigilo e pode ser acessado por qualquer operadora”, disse.

Das 44 medidas judiciais cumpridas, 28 são mandados de prisão e 16 de busca e apreensão em desfavor de criminosos que agiam na prática de roubo, tráfico, associação para o tráfico, associação criminosa, ataques a patrimônios e homicídios no Acre.

Bernardo Albano, promotor de Justiça do Ministério Público, enalteceu a atuação da Decco, no enfrentamento firme ao crime organizado. “A parceria com as instituições que promovem a Segurança Pública no Estado, tem sido reconhecida por outras instituições, sinalizando que estamos no caminho certo”, ponderou.

A 1ª fase da Operação “Êxodo” foi realizada em setembro do ano passado e cumpriu 82 mandados. Já a segunda, foi realizada em abril deste ano e cumpriu 79 mandados.

Mais notícias