http://www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2018/11/TELA-INICIAL-12-MCDH-70-ANOS-1200x400.jpg
Justiça e Direitos Humanos

Mostra Cinema levanta debate sobre Direitos Humanos no Acre

Maria Meirelles
27.11.2018 8:10
Atualizado 26.11.2018 às 16:03

A Declaração Universal dos Direitos Humanos, que em 2018 completa 70 anos, será o tema da 12ª Mostra Cinema e Direitos Humanos, que no Acre é promovida de 5 a 11 de dezembro, pela nona edição.

Abertura da Mostra Cinema será no Cine Teatro Recreio (Foto: Ramon Aquim/PMRB)

Com programação totalmente gratuita, a mostra é realizada nos meses de novembro e dezembro nas 26 capitais do país e no Distrito Federal. Ao todo, serão exibidos 40 filmes, divididos em quatro mostras: Temática, Panorama, Mostrinha, dedicada ao público infanto-juvenil, e Homenagem, que celebra a carreira do ator e diretor Milton Gonçalves.

Em Rio Branco, a solenidade de abertura (5 de dezembro) será realizada no Cine Teatro Recreio, a partir das 19 horas. O evento se inicia com a exibição dos curtas-metragens Nós, de Thiago Simas e Lucas Storck, e Do Outro Lado, de Bob Yang e Frederico Evaristo.

“Essa mostra vem num momento em que o Brasil vivencia um retrocesso, devido à retirada de direitos fundamentais para toda a sociedade. É preciso que esses espaços, como a mostra, estejam vivos e pulsando para que possamos fomentar a reflexão, o debate e, principalmente, a resistência. Nada melhor que o cinema, a arte e a cultura para estimular tudo isso ao mesmo tempo nas pessoas”, destacou a produtora local da Mostra Cinema e Direitos Humanos, jornalista Rose Farias.

A Mostra Cinema e Direitos Humanos é uma iniciativa do Ministério dos Direitos Humanos (MDH), com realização do Instituto Cultura em Movimento (Icem), apoio local da Saci Filmes, governo do Estado, por meio da secretarias de Comunicação (Secom), de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), Fundação de Cultura Elias Mansour (FEM) e Defensoria Pública do Estado (DPE), da Prefeitura de Rio Branco, por intermédio da Fundação Garibaldi Brasil (FGB) e Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Políticas Afirmativas (Sedihpa).

Classificação Livre

Sinopse e classificação

O filme Nós conta a trajetória dos refugiados através dos tempos. É uma reedição de acontecimentos passados. A classificação é livre e a entrada, franca.

Já o curta-metragem “Do Outro Lado” possui 14 minutos de exibição. A obra retrata o dilema de uma juíza da Suprema Corte de Taiwan que, às vésperas de uma importante decisão, recebe uma carta inesperada. A classificação é de 16 anos e a entrada é franca, bem como todas demais sessões.

Mais notícias