http://www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2019/02/GUR_9704-1200x400.jpg
Geral

Política para mulheres incluirá proteção a vítimas de violência por aplicativo e pela polícia

Diego Gurgel
09.02.2019 14:14
Atualizado 11.02.2019 às 15:45

A primeira-dama do Estado do Acre, Ana Paula Correia Cameli, vai liderar um conjunto de ações que tem por objetivo criar políticas sociais voltadas para a mulheres, no governo Gladson Cameli. Estas medidas serão colocadas em prática já em março próximo.

Entre as principais, está o programa ‘Patrulha Maria da Penha’, que será feita com a Polícia Militar do Estado do Acre,  para prestar auxílio a mulheres vítimas de violência física e psicológica.

A ideia é que mulheres que precisam de assistência psicológica e proteção contra companheiros violentos tenham o acompanhamento regular de policiais militares, evitando que sejam agredidas novamente ou que sofram algum tipo de ameaça por parte do agressor que responde ao inquérito policial.

Primeira-dama Ana Paula Cameli, ao centro da mesa, com técnicos, a senadora Mailza Gomes (PP) e representantes de entidades que vão trabalhar em conjunto com o Governo Gladson Cameli pelo desenvolvimento de políticas públicas voltadas para o bem-estar das mulheres (Foto: Diego Gurgel/Secom)

Outra ação, que já demonstrou eficiência no estado do Piauí, será o aplicativo de celular ‘Salve Maria’, para auxiliar mulheres que cumprem medidas protetivas.Para isso, a Secretaria Estadual de Segurança Pública do Piauí vai oferecer suporte para que a Secretaria de Indústria, Ciência e Tecnologia desenvolva o projeto, em cooperação técnica com o Tribunal de Justiça do Estado do Acre, com o Ministério Público do Estado do Acre e com a Secretaria de Justiça e Segurança Pública do Estado do Acre.

Na última sexta-feira, 8, Ana Paula Cameli recebeu a senadora Mailza Gomes (PP), Isnailda Gondim, chefe do Departamento de Política para as Mulheres, do Instituto de Assistência e Inclusão Social (IAIS), a presidente e a vice-presidente do PP Mulher, Claire Cameli e Gizelda Silveira, além de técnicos de diversas pastas. Na pauta principal da reunião, o plano de ações e políticas sociais na gestão do governador Gladson Cameli.

Na ocasião, elas confirmaram a programação para a solenidade de entrega de certificados do curso básico de Libras e de Informática, a moradoras da Baixada da Sobral, sem data ainda definida, e que deverá contar com a presença da primeira-dama do Brasil, Michele Bolsonaro e Damaris Alves, ministra da Mulher, dos Direitos Humanos e da Família.

“É fundamental esse arranjo institucional para que realizemos projetos sociais e políticas públicas importantes para as mulheres”, afirmou a primeira-dama, Ana Paula Cameli, elogiando o compromisso da senadora Mailza Gomes, a quem classificou como de “fundamental importância para o sucesso dessas ações”.

“Que o mês de março não passe apenas de uma data em que se comemora os direitos das mulheres, mas que seja um marco de ações importantes a serem executadas já a partir deste ano”, ressaltou Ana Paula Cameli.

Já Isnailda Gondim, do IAIS, afirma que “o momento é de união dos poderes e de sistematização de políticas públicas do Poder Executivo por meio das secretarias, instituições de segurança pública, dos advogados e os poderes constituídos”.

“Para isso, é igualmente importantíssimo o apoio da primeira dama, no que se refere a execução dos programas de políticas públicas para as nossas mulheres, incluindo socialmente quem mais necessita da presença do Estado” completa Gondim.

Já para a senadora Mailza Gomes, o encontro foi produtivo e também de fortalecimento de laços. “É preciso fortalecer as parcerias e tratar de assuntos que norteiam a vida feminina, dando sustentação às políticas que garantem estes direitos da mulher”, disse a senadora progressista.

“Em Brasília estarei com o gabinete à disposição, em busca de apoio junto aos ministérios e as instituições, por recursos que fortaleçam estes projetos em favor de uma vida melhor para a sociedade”, afirmou a senadora.

Mais notícias