Justiça e Direitos Humanos

Procon/AC orienta consumidores para a Black Friday

André Araújo
09.11.2017 14:04

A Black Friday, um dos grandes atrativos oferecidos pelo comércio que antecede a temporada de compras de Natal, está chegando. Mas, segundo a Diretoria de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon/Acre), para fazer bons negócios e aproveitar as promoções do dia 24 de novembro, o consumidor precisa ter alguns cuidados antes de comprar.

“Nos anos anteriores foram constatados falsos descontos e maquiagens de preços, por isso é importante que o consumidor tenha o cuidado de pesquisar e acompanhar antecipadamente os preços dos produtos que pretende comprar nesse dia”, destaca o diretor-geral do Procon/Acre, Diego Rodrigues.

Procon orienta que consumidor tenha o cuidado de pesquisar e acompanhar antecipadamente os preços dos produtos (Foto: Alexandre Noronha/Secom)

gestor dá algumas recomendações para garantir que os consumidores aproveitem com segurança esta edição da Black Friday. “É importante evitar compras por impulso e se certificar sobre a política de troca da empresa, já que a troca só é obrigatória em caso de vício no produto, ou quando a compra é feita fora do estabelecimento comercial”, informa Rodrigues.

O Procon/Acre executa o monitoramento de preços para detectar as possíveis irregularidades e aplicar sanções às empresas que praticarem algum tipo de infração. Caso haja dúvidas sobre alguma situação, o consumidor pode entrar em contato com o órgão pelo telefone (68) 3223-7797 ou procurar atendimento em guichê  localizado na praça rosa da Central de Serviços Públicos (OCA).

“Se no acompanhamento feito pelo consumidor for detectada alguma situação irregular, ele pode, por exemplo, tirar prints dos anúncios de ofertas ou guardar qualquer informação relacionada à compra para formalizar a reclamação”, comenta a chefe de fiscalização do Procon/Acre, Fran Britto.

A Black Friday faturou em 2016, no Brasil, aproximadamente R$ 1,9 bilhão, segundo dados apresentados pelo Google Brasil e a rede e-Bit. A estimativa para a edição deste ano é de crescimento entre 15% e 20%.

Mais notícias