http://www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2018/04/2018-04-12-PHOTO-00000923-1200x400.jpg
Governo

Programa Primeira Infância Acre terá apoio da United Way até dezembro deste ano

Concita Cardoso
13.04.2018 9:15
Atualizado 13.04.2018 às 15:32

Nazareth Araújo oficializa parceria de extensão dos trabalhos do PIA entre o governo do Acre com a United Way Brasil (Foto: Assessoria/Secom)

A vice-governadora, Nazareth Araújo, oficializou na manhã dessa quinta-feira, 12, em São Paulo, a extensão da parceria entre o governo do Acre com a United Way Brasil (UWB). A reunião tratou dos avanços do Programa Primeira Infância Acreana (PIA), e da extensão da parceria com a UWB até dezembro de 2018.

Além da vice-governadora, participaram da reunião o secretário de Saúde de Rio Branco, Oteniel Almeida, a coordenadora do PIA no Acre, Priscylla Aguiar, a diretora executiva da UWB, Gabriela Bighetti, e a gerente de projetos da UWB, Paula Crenn Pisanesch.

Os representantes acreanos falaram das estratégias que estão tornando o PIA sustentável no estado e na capital e da melhoria do indicador de mortalidade infantil. Os investimentos do governo do estado em saneamento básico fizeram com que o Acre tivesse uma redução de 19% na mortalidade infantil, comparando os dados do mesmo período de 2015 e 2017.

“Pontuamos os avanços que o estado obteve na assistência materno-infantil fruto das ações do PIA. A extensão do apoio da United Way até o final do ano nos possibilitará dar continuidade as ações e demandas dos dez municípios contemplados pelo programa. A intenção é trabalhar para que o estado continue a obter bons resultados e avanços nas visitas domiciliares tanto na capital como nos municípios”, revelou Nazareth Araújo.

Paula Crenn falou de sua alegria em constatar os avanços do Primeira Infância Acreana.  Uma das conquistas do programa é que agora ele é tratado como política estadual  de promoção e desenvolvimento da primeira infância. “São avanços e conquistas que precisam ser comemorados. Temos muito o que fazer até o final do ano. Dessa vez, teremos um olhar mais próximo para o bairro Calafate como uma forma de avançarmos ainda mais com o programa na capital”, observou.

Para Oteniel Almeida, é importante ressaltar o esforço que vem sendo feito entre o governo do Estado e a prefeitura de Rio Branco. “Essa é uma experiência comprovada de sucesso no Brasil, com uma lógica de acompanhamento integral de mulheres e crianças de 0 a 6 anos de idade. Temos ainda o desafio de continuar diminuindo esses indicadores e institucionalizar o programa PIA no município, nos colocando como um polo catalisador em referencia no acompanhamento de crianças e mulheres”, revelou.

Mais notícias