Governo

Projeto de saneamento do Acre será apresentado em congresso de regulação de serviços

Samuel Bryan
19.05.2017 11:38

Segundo o diretor-geral da Ageac, o projeto de saneamento integrado do Acre será apresentado como um case de sucesso no congresso (Foto: Gleilson Miranda/Secom)

O projeto de saneamento integrado do Acre será apresentado como um case de sucesso de serviços públicos no 10º Congresso Brasileiro de Regulamentação. Quem conta é o diretor-geral e presidente do conselho da Agência Reguladora dos Serviços Públicos do Acre (Ageac), Vanderlei Freitas Valente, em visita ao governador Tião Viana na noite desta quinta-feira, 18.

O Congresso será realizado de 27 a 29 de setembro, em Florianópolis, e reúne especialistas do Brasil e exterior na regulação de serviços públicos, trocando experiências exitosas no âmbito deste serviço.

“O Acre terá uma exposição focada nos investimentos que o Estado tem feito junto ao saneamento básico integrado, principalmente nos nossos municípios de difícil acesso, que têm recebido água e rede de esgoto graças aos esforços do governador Tião Viana”, conta Vanderlei Valente.

Todos os municípios de difícil acesso do Acre, por intermédio do Programa de Saneamento Ambiental e Inclusão Socioeconômica do Acre (Proser), vão passar a ter água tratada 24 horas por dia, ruas pavimentadas com rede de esgoto e drenagem da chuva, estação de tratamento, um terminal de transbordo e rampa de acesso no porto.

O investimento, feito em parceria com o Banco Mundial, é de mais de R$ 100 milhões, frutos da boa governança que o Estado do Acre realiza e do empenho governamental captar os recursos.

Ageac                                                                  

A Agência Reguladora dos Serviços Públicos do Acre tem a missão de fiscalizar, controlar e regular os serviços públicos estaduais, promovendo mais qualidade e o equilíbrio entre empresários e sociedade.

A instituição cria normas que legalizam como os serviços públicos estaduais – saneamento básico, transporte interestadual e energia pública – devem ser prestados.

Mais notícias