Educação

Recorte racial é tema de trabalhos científicos no Acre

Mágila Campos
22.02.2016 15:33

As defesas dos TCCs foram realizadas no último fim de semana (Foto: Cedida)

As defesas dos TCCs foram realizadas no último fim de semana (Foto: Cedida)

A 3ª edição da pós-graduação em Gestão de Políticas Públicas com ênfase em Gênero, Raça e Etnias no Acre encerrou com a apresentação de 23 Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC). A temática de recorte racial tem o foco em negros e indígenas.

As defesas foram realizadas no último sábado, 20, no Centro de Formação Permanente (Cedup) de Rio Branco. De acordo com a coordenadora Nilzete Melo, o curso tornou-se referência na discussão da temática: “Os acreanos têm proximidade com esse debate, e a procura tem sido sempre muito expressiva”, destacou.

Fábio Carvalho é autor do trabalho intitulado “(Des)enterrem Meu Coração na Curva do Rio Acre: Contribuições da Comissão Pró-Índio do Acre para o Desenvolvimento de Políticas Públicas Voltadas para a Educação Indígena no Estado”. Para Carvalho, a especialização é uma vitória pessoal: “Ainda é um assunto que muitos falam a respeito, mas há muitas perguntas sem respostas”.

Segundo a coordenadora, grande parte dos concludentes é de agentes públicos: “Apesar de ser aberto para toda a comunidade, notamos que a maioria dos formandos atua principalmente nas áreas da segurança, assistência e educação”, explicou Melo.

Com essa edição, Rio Branco passa a ter mais de 100 especialistas nessa área. A especialização é resultado da parceria da Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE) com a Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), por meio do sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB).

Mais notícias