http://www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2018/04/atendimento_saude_itinerante_manoel_urbano_16_04_2016_angela_peres-11-1200x400.jpg
Saúde

Saúde discute ações voltadas para a linha de cuidados com a pessoa idosa

Lane Valle
15.04.2018 15:40
Atualizado 13.04.2018 às 15:53

Promover um tratamento aos idosos não focado somente na doença, mas em um conjunto de fatores como o quadro clínico, a existência de alguma dificuldade que reduza sua autonomia, os hábitos alimentares e físicos e o contexto social do paciente. Estas são algumas das ações que estão integradas na nova estratégia do Ministério da Saúde (MS) por meio da linha de cuidados com a pessoa idosa.

A Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), por meio da equipe do Departamento de Ações Programáticas e Estratégicas (Dape), que participou das discussões para a criação dessa linha de cuidados especifica, reuniu-se na manhã desta quarta-feira, 11, com a equipe técnica da Saúde do Idoso de Rio Branco, para traçar estratégias de cuidados e reforçar o fluxo dentro dos serviços de saúde para a pessoa idosa, antes mesmo da publicação da Linha de Cuidados pelo Ministério da Saúde, prevista para junho deste ano.

Equipe do Dape participou das discussões para a criação da linha de cuidados com a pessoa idosa (Foto: Assessoria Sesacre)

“Estamos iniciando essa discussão aqui hoje para potencializar os serviços com foco na pessoa idosa, desde a atenção primária até os serviços de média e alta complexidade. É um momento de discussão, pautado na legislação que preconiza a política nacional e na nova linha de cuidados que veio para nos nortear e orientar, mais ainda, nesse cuidado”, destaca o gerente do Dape, João Paulo Silva.

A proposta de política pública, por meio da linha de cuidados com a pessoa idosa, lançada ano passado pelo MS e que contou com a colaboração e contribuição do Acre e de outros estados da federação, por intermédio de profissionais da saúde, usuários do sistema de saúde e de organizações da sociedade civil, servirá como norte para equipes de saúde da família e unidades de atendimento em todo o país.

Mais notícias