Justiça e Direitos Humanos

“Secretaria da Mulher na Comunidade: Mais Perto de Você” chega à Cruzeiro do Sul

Luciano Pontes
14.11.2017 8:58

Mais de 800 pessoas passaram pelo projeto (Foto: Luciano Pontes)

O Governo do Estado, através da Secretaria de Políticas para as Mulheres, realizou nesta semana na comunidade Santa Luzia, Em Cruzeiro do Sul, o projeto “Secretaria da Mulher na Comunidade: Mais Perto de Você”.

Ao todo, mais de 800 pessoas passaram na escola Antônio Ferreira Gomes, a fim de receber serviços como emissão e atualização de documentos, atendimentos médicos, jurídicos e psicossociais, palestras e rodas de conversa sobre o enfrentamento a violência contra a mulher e as relações sociais de gênero, recreação infantil, corte de cabelo e maquiagem, entre outros.

Além dos serviços e atendimentos, também foram desenvolvidas ações educativas e preventivas, com foco no planejamento familiar, gravidez na adolescência, drogadição, saúde mental e violência doméstica.

Todos esses serviços foram demandados a partir de um pedido da comunidade, durante uma visita da Secretária na comunidade no mês de julho. Concita Maia, Titular da pasta, destacou a importância. “ Essa ação é uma forma do Governo do Estado levar junto com os seus demais parceiros, as políticas afirmativas para as mulheres nos lugares mais distantes. É com esse projeto, que já é um sucesso em sua primeira edição, que nós queremos chegar próximo das cidadãs e cidadãos de bem, que ainda precisam das políticas afirmativas, das políticas de atenção à saúde e segurança”, disse Concita.

Ainda sobre o projeto, a secretária disse: “Nós acreditamos que juntos nós somos mais, juntos nós poderemos levar mais cidadania para as mulheres e homens de bem nas comunidades mais distantes do nosso Estado”.

O diretor da escola, Evilásio Silva, falou da sua gratidão ao Governo. “Nossa comunidade é muito carente desse tipo de atendimento, então eu fico grato ao Governo do Estado, a Secretária Concita Maia, por proporcionar um dia como esse, nossa escola se preocupa com isso e é gratificante para todos nós.

Maria Lúcia de 28 anos, moradora da comunidade, falou da importância da ação. “Pra nós é importante, porque todo tipo de atendimento que a gente precisa é longe, então isso é uma bênção de Deus”.

Já a dona Maria de Nazaré, não esconde a ansiedade pelas próximas edições. “Trouxe muitas melhorias pra nós, já estou esperando as outras”.

O Promotor de Justiça, Dr. Rafael Maciel, representando o Ministério Público Estadual, esteve durante a manhã na escola e falou sobre a importância da parceria entre o Ministério Público e a Secretaria de Políticas para as Mulheres no enfrentamento a violência contra a mulher. “ O Ministério Público, não só abraça, não só apoia, como também defende as políticas públicas voltadas para a mulher, não só na parte criminal , mas também na promoção da dignidade dessas pessoas. O Ministério Público entende que o problema deve ser tratado na fonte e são ações como essa, com conversa, com educação que nós vamos conseguir desconstruir essa cultura de violência”.

A ação contou com a fundamental parceria da Universidade Federal do Acre, Defensoria Pública Estadual, Ministério Público Estadual, Prefeitura Municipal de Cruzeiro do Sul, Fundação Menino Jesus, Polícia Militar, CAPS Náuas, Avon, SESP e sociedade civil.

Palestras e capacitações

A palestra visa enfrentar a violência contra a mulher por meio da educação (Foto: Luciano Pontes)

O projeto “Secretaria da Mulher na Comunidade: Mais Perto de Você”, também levou palestras sobre “Relações Sociais de Gênero e suas Violências”, que foram ministradas pela Pesquisadora Msc da UFAC, importante parceira nesse projeto Fabiana Chaves, nas escolas de ensino médio dos municípios de Mâncio Lima e Rodrigues Alves, além de uma capacitação para as Redes de Atendimento à Mulher em situação de violência nos respectivos Municípios.

A palestra visa enfrentar a violência contra a mulher por meio da educação, buscando a conscientização dos alunos sobre as diversas formas de violência que sofrem as mulheres, ressaltando os direitos delas, garantidos por lei. “Trabalhar o fim da violência, começa com a educação, educação para a igualdade. Só com uma educação para a igualdade de gênero que você consegue construir uma sociedade não violenta”, destacou Fabiana Chaves.

A capacitação para os representantes das instituições que integram as redes de atendimento de Mâncio Lima e Rodrigues Alves, teve como objetivo o alinhamento do trabalho integrado, com a formação de uma gestão compartilhada, que possa discutir diariamente sobre os casos e pensem em conjunto soluções que deem resposta para as mulheres atendidas.

Inclusão sócio produtiva e empoderamento da mulher

O Projeto tem como principal objetivo garantir autonomia econômica (Foto: Luciano Pontes)

A Coordenação de Inclusão Sócio Produtiva da Secretaria de Políticas para as Mulheres, realizou a revitalização do Centro Especializado de Atendimento à Mulher (CEAM Vitória Régia), do município de Cruzeiro do Sul. Foi construída uma Horta e Viveiro de Flores e Plantas Medicinais, onde o público alvo são as mulheres atendidas pelo CEAM. O Projeto tem como principal objetivo garantir autonomia econômica, já que na sua maioria são mulheres chefes de famílias que estavam em situação de vulnerabilidade.

O que disseram

 “Quando as políticas públicas se unem no âmbito onde a proposta maior é a comunidade, todos saem ganhando, essas pessoas se sentem valorizadas, se sentem acolhidas e acredito que esse seja o nosso papel”. 

Valéria Lima – Coordenadora do núcleo de apoio a saúde da família – NASF/Cruzeiro do Sul

“Essa é uma ação de extrema relevância pra comunidade, isso não faz parte do dia a dia dessas mulheres. Nós estamos muito felizes, a gente agradece muito ao Governo do Estado, a Secretaria de Políticas para as Mulheres, que sempre esteve bem junto da comunidade e sempre deu todo apoio necessário e esperamos que aconteça mais vezes”.

Mágila Caetano – Coordenadora da Fundação Menino Jesus

“Estou grato ao Governo do Estado, a Secretária Concita Maia, por proporcionar um dia como esse, nossa escola se preocupa com isso e é gratificante para todos nós”.

Evilásio da Silva – Diretor da escola Antônio Ferreira Gomes 

 

 

 

 

Mais notícias