http://www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2019/01/Foto_Diego_Gurgel-secom-1024x400.jpg
Governo

Secretaria de Infraestrutura já realiza diversas frentes de serviços no saneamento, nas rodovias e em obras inacabadas

Golby Pullig
10.01.2019 11:50
Atualizado 11.01.2019 às 11:27

O Governo do Estado do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Desenvolvimento Urbano, determinou a criação de várias frentes de serviços prioritários em cada setor que compõe a pasta. Entre elas, está a regularização da frequência da distribuição da água pelo Depasa, a recuperação de rodovias pelo Deracre e a retomada de obras inacabadas pela Secretaria de Obras.

Os serviços são em caráter emergencial e por isso mesmo, acontecem independentes da possibilidade de liberação de recursos, segundo o secretário de Estado de Infraestrutura, Thiago Caetano. “São medidas previstas para serem mantidas ou concluídas no curto prazo”, afirma.

Nova administração vai retomar as construções que estão paradas (Foto: Arquivo)

A pasta da Infraestrutura reúne as atribuições do Departamento de Estradas de Rodagem do Acre, o Deracre, do Departamento Estadual de Pavimentação e Saneamento, o Depasa, da Secretaria de Estado de Habitação, a Sehab e da Secretaria de Estado de Obras Públicas, Seop.

Entre os problemas que precisam ser sanados de forma rápida estão a precariedade das condições de pontos críticos das rodovias AC-40, no sentido Rio Branco/Senador Guiomard, da AC-405, que liga Cruzeiro do Sul a Mâncio Lima e da recuperação de equipamentos e máquinas que serão usados nas atividades planejadas para o início do verão.

Operário do Deracre em trabalho de pavimentação asfáltica (Foto: Diego Gurgel/Arquivo Secom)

O governador Gladson Cameli já havia anunciado, na última terça-feira, 8, um aporte de R$ 50 milhões em recursos de emendas de bancadas para a reestruturação do Deracre, em visita às instalações da usina de asfalto. O dinheiro vai permitir alavancar o órgão com novas máquinas pesadas e equipamentos para pavimentação asfáltica.

Veja as principais ações de cada órgão

Depasa – Estabeleceu como principal atividade para este início de gestão, a manutenção do sistema de abastecimento de água em todos os municípios do Estado. Para garantir o cumprimento desta meta, ações secundárias como licitação de peças e produtos químicos serão realizadas para garantir o estoque para no mínimo 30 dias.

Em seguida, o estoque deverá ser ampliado para que o sistema não pare por falta de insumos e de equipamentos. Também está prevista o desencadeamento de uma campanha educativa para a conscientização de usuários que estão fora do sistema se utilizando de ligações clandestinas e com débitos com o departamento.

Uma das missões que a secretaria tem como incumbência é a de fazer o cadastro técnico de toda a rede de distribuição e trabalhar para a automação do serviço. “É essencial que essa automação seja feita. Sabemos que tem um custo mais alto e demandará um pouco mais de tempo, mas precisamos utilizar as tecnologias possíveis para oferecer um serviço com mais efetividade”, explica o secretário.

Sehab e Seop – Como atribuição da Sehab e Seop no plano de 100 dias está a conclusão e entrega das últimas 70 casas, de um total de 344 unidades do Conjunto Andirá, e a entrega de 200 títulos definitivos como parte do plano de regularização fundiária em alguns bairros de Rio Branco.

Um levantamento das obras, em fase final de construção, ou que estão pelo menos com 80% das obras finalizadas, fazem parte do cronograma para serem concluídas até o fim deste primeiro ano de governo. “Queremos retomar obras emblemáticas, como a do Huerb, por exemplo, para inaugurar ainda este ano”, garante o secretário.

Mais notícias