http://www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2018/02/WhatsApp-Image-2018-02-19-at-11.50.08-1200x400.jpg
Segurança

Sete cidades não registram homicídios nos primeiros 90 dias de 2018

Andrey Santana
09.04.2018 17:39
Atualizado 11.04.2018 às 9:04

Os dados foram divulgados nesta segunda-feira, 9, pelo setor de Análise Criminal e Estatística da Segurança Pública do Acre. Na região do Alto Acre, apenas Xapuri registrou um óbito nesse período. Já Assis Brasil e Epitaciolândia seguem sem registrar crimes dessa natureza até o presente momento.

“Isso é resultado do trabalho integrado das polícias Civil e Militar, junto às mudanças que o governo já colocou em prática há alguns meses dentro do Sistema Penitenciário, como o bloqueador de sinal de celular, por exemplo. São frutos que ainda colhemos da gestão do então secretário Emylson que tomou decisões firmes para combater a criminalidade e nós vamos seguir nessa mesma diretriz”, explica o secretário de Segurança Pública, Vanderlei Thomas.

Os casos de homicídios registraram redução em todo o Acre, na comparação entre o primeiro trimestre deste ano com janeiro, fevereiro e março de 2017. Foram 26 casos a menos no período. Segundo dados da Segurança Pública, a redução chega a 19,40%.

“Diversas operações preventivas e repressivas são realizadas constantemente nos últimos meses, o que tem refletido em cidades sem registros de homicídios no início do ano, além da redução da criminalidade na capital”, completa Thomas.

Esforço policial

Nos últimos meses, a mudança na dinâmica de policiamento ostensivo e as constantes operações coordenadas pela Segurança Pública, aliadas ao esforço de militares e civis, foram os principais fatores que possibilitaram a redução.

Em Rio Branco, durante o mês de março, as polícias Militar e Civil apreenderam 49 armas de fogo e cumpriram 183 mandados de buscas e prisões. Também foram recuperados 44 veículos com restrição de roubo/furto.

Só no mês passado, os policiais militares abordaram 11.360 pessoas. Operações como a Ocupação, que é norteada com base na mancha criminal das regionais do estado, e a Longo Alcance, que leva a presença da PMAC a vários lugares, e o fortalecimento da Companhia de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (Raio) no interior têm expandido a atuação da Segurança Pública.

Seguindo a mesma diretriz da Segurança Pública do Acre, a Polícia Civil realizou mais de 30 operações e prendeu mais de 300 pessoas durante as fases da Impactus realizadas em todo o estado.

Mais notícias