Governo

38.900 famílias em todo o Estado serão beneficiadas com o PROACRE

Da Redação
21.04.2009 16:40
Atualizado 21.04.2009 às 16:40

São US$ 150 milhões de investimento em programas que levam saúde, educação e produção sustentável aos locais mais isolados do Acre

Nesta quarta-feira, 22, às 14 horas, no auditório da Escola Estadual Armando Nogueira, o Governo do Estado do Acre e o Banco Mundial farão o lançamento oficial do Programa de Inclusão Social e Desenvolvimento Econômico Sustentável do Estado do Acre – PROACRE.

O PROACRE é resultado do compromisso assumido pelo governador Binho Marques, de promover a inclusão social associada ao desenvolvimento econômico comunitário sustentável das famílias acreanas residentes nas Zonas de Atendimento Prioritário – ZAPs.

Nesse sentido, o Programa terá como foco a melhoria da qualidade de vida e a sustentabilidade ecológica-econômica das comunidades acreanas, possibilitando atender prioritariamente àquelas localizadas em zonas com maior urgência de atenção quanto ao acesso a serviços básicos de saúde, educação e desenvolvimento produtivo comunitário, especialmente, em áreas rurais nas Unidades de Conservação, Terras Indígenas, Projetos de Assentamento, e a 10 rios de todo o Estado.

O Programa tem previsão de duração de seis anos, com estimativa de investimentos da ordem de US$ 150 milhões. Desse total, US$ 120 milhões serão financiados pelo Banco Mundial e os US$ 30 milhões restantes representam a contrapartida do Governo do Estado do Acre.

Sob esse foco, o PROACRE atuará em várias frentes, com ações envolvendo principalmente os seguintes setores: saúde, educação e produção sustentável. A execução do projeto estrutura-se de acordo com os seguintes componentes: (i) Serviços Básicos para Comunidades Isoladas; (ii) Inclusão Social e Econômica em Áreas Rurais; (iii) Empreendedorismo em Comunidades Urbanas Prioritárias; e (iv) Políticas Públicas e Fortalecimento institucional.

 O evento contará com a participação de gestores estaduais e municipais, bem como representantes da sociedade civil, além de outros atores envolvidos, tendo em vista que grande parte das ações do PROACRE terão execução descentralizadas por meio de convênios, acordos de cooperação e outros instrumentos congêneres.

Mais notícias