https://i2.wp.com/www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2019/08/WhatsApp-Image-2019-08-05-at-19.13.57.jpeg?resize=1024%2C400&ssl=1
Governo

A um dia da inauguração, Novo Pronto Socorro recebe a primeira vítima resgatada via aérea

Resley Saab
05.08.2019 20:14
Atualizado 05.08.2019 às 20:58

Homem atropelado foi trazido de Sena Madureira pelo helicóptero Harpia 1 em estado gravíssimo

A exatamente um dia para ser inaugurado, o Novo Pronto Socorro de Rio Branco recebeu o primeiro paciente resgatado pelo serviço aeromédico do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Vítima de grave acidente em Sena Madureira foi resgatada por helicóptero na tarde desta segunda-feira (Foto: Odair Leal/Secom)

Um homem de meia idade, morador de Sena Madureira, foi trazido no helicóptero Harpia 1 desde o município, distante 144 quilômetros de Rio Branco, depois de ter sido atropelado e ficado em estado grave.

De acordo com socorristas do Samu que participaram do resgate sob o comando do tenente-coronel Alzeniro Fontes,  o homem sofreu afundamento do crânio e não sobreviveria ao acidente se tivesse que ser removido ao hospital daquele município ou se fosse deslocado para Rio Branco pela BR-364.

Paciente foi entubado, estabilizado e trazido para a capital Foto: Odair Leal

“O paciente foi entubado, estabilizado e trazido para a capital em segurança, no que foi o primeiro resgate desse tipo até as novas instalações do Pronto Socorro”, informou Fontes.

A vítima, que não teve o nome divulgado, foi acomodada em uma das unidades de terapia intensiva do Novo Pronto Socorro, localizada no 5º andar, ligeiramente abaixo do 6º, onde está localizado o heliponto.

Novo Pronto Socorro de Rio Branco conta com heliponto para facilitar o salvamento de vidas (Foto: Pedro Devani/Secom)

Nesta terça-feira, 6, dia em que o Acre comemora o início da Revolução Acreana, o governador Gladson Cameli entrega as obras de verticalização do hospital, com 119 leitos, inaugurando um novo tempo, de muito mais atenção às pessoas que recorrem à Saúde Pública.

Mais notícias