https://i1.wp.com/www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2019/07/PHOTO-2019-07-18-13-10-23-1.jpg?resize=1200%2C400&ssl=1
Agronegócio

Acre participa de encontro do Conselho Nacional dos Secretários de Agricultura

Samuel Bryan
18.07.2019 17:06
Atualizado 21.08.2019 às 17:13

O Acre foi um dos participantes da última reunião do Conselho Nacional dos Secretários de Estado de Agricultura (Conseagri), realizada nesta quarta-feira, 17, em Brasília, com a presença da ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Tereza Cristina, e do secretário executivo Marcos Montes.

Ao abrir a reunião o presidente do Conseagri, Efraim Moraes, apresentou o novo estatuto da instituição e discorreu sobre alguns pontos importantes, como a origem dos vice-presidentes, que representarão as regiões do Brasil e seus interesses nas políticas públicas de desenvolvimento do agronegócio.

Encontro definiu parcerias e discutiu inúmeros temas importantes ao agronegócio Foto: cedida

“Fortalecemos cada vez mais o papel do conselho para desenvolver a agricultura do nosso país. Ficou firmada a parceria que vai acontecer direto entre o Mapa e as secretarias de Agricultura de cada estado. Isso é fundamental para trazermos os problemas e determinarmos as soluções”, conta Moraes.

Já a ministra Tereza Cristina destacou a importância do acordo firmado entre o Mercosul e a União Europeia, que trará diversos benefícios para o Brasil, principalmente o setor agropecuário, abrindo um leque de novas oportunidades para os estados. Ainda assim, ela atentou que o país deve se preparar para atender as exigências do mercado internacional.

As autoridades também discutiram sobre o Plano Safra. Na ocasião, a ministra discorreu sobre diversas ações que estão sendo tomadas entre o Mapa e o Ministério da Economia, visando beneficiar pequenos, médios e grandes produtores rurais. Vale lembrar que só para o Acre, o investimento do Plano Safra está previsto em cerca de R$ 150 milhões.

A ministra salientou ainda que está empenhada na agenda Agro do Brasil e necessita do apoio dos secretários de Estado, para tocar as mudanças necessárias para o Brasil avançar.

Em seguida, o chefe do serviço Serviço Florestal Brasileiro, Valdir Collato, anunciou o Cadastro Ambiental Rural (CAR) dinamizado. O sistema permitira a análise de 60 mil cadastros por dia e já começará a funcionar experimentalmente em alguns estados.

Os conselheiros presentes tiraram dúvidas e fizeram várias sugestões ao presidente, dentre elas, a de que é preciso mudar a legislação de forma que a Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater) possa receber recursos de outros órgãos públicos, além do Mapa, e também acessar fundos internacionais e recursos privados.

A Secretaria de Produção e Agronegócio do Acre (Sepa) foi representada pelo chefe de gabinete Jonathas Vasconcelos de Melo, o qual destacou a grande afinidade encontrada entre atual política agrícola do governo do Acre e a defendida pelo Ministério da Agricultura.

Segundo Melo, a cooperação já firmada entre a Sepa e a Secretaria de Meio Ambiente (Sema) coincide com a orientação feita pelo diretor do Serviço Florestal Brasileiro a todos os secretários de Estado em relação às mudanças no CAR.

“O senhor Colatto foi bem claro que o CAR geralmente está dentro das secretarias de Meio Ambiente, mas que a estrutura delas são pequenas e as secretarias de Agricultura devem apoiar esse trabalho, ou em alguns lugares essa ação extremamente importante pode não ser concluído tão cedo, dificultando que as políticas públicas cheguem aos produtores, principalmente os pequenos”, conta Melo.

Mais notícias