https://i0.wp.com/www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2019/02/108.jpg?resize=998%2C400&ssl=1
Segurança

Agentes penitenciários participam de Estágio de Adaptação à Vida na Selva

Elenilson Oliveira
23.02.2019 15:53
Atualizado 23.02.2019 às 15:55

Três agentes penitenciários do presídio de Cruzeiro do Sul participaram do Estágio de Adaptação à Vida na Selva (EAVS) promovido pelo Exército Brasileiro entre os dias 11 e 22 de fevereiro. A participação dos agentes é fruto de uma parceria entre o governo do Estado do Acre, Instituto de Administração Penitenciária (Iapen) e o 61º Batalhão de Infantaria de Selva (61º BIS).

Instruções de tiro embarcado, transposição de curso d’água, construção de abrigos improvisados, ofidismo, orientação diurna e noturna e sobrevivência foram algumas das instruções recebidas ao longo dos 12 dias de estágio. Junto com 28 militares, os agentes vivenciaram esta atividade que visa ambientar os participantes para o cumprimento de missões específicas de selva.

Junto com 28 militares, os agentes vivenciaram esta atividade que visa ambientar os participantes para o cumprimento de missões específicas de selva. (Foto: Cedidas 61º BIS)

Os três servidores fazer parte do Grupo Penitenciário de Operações Especiais (GPOE), e constantemente necessitam cumprir missões em ambiente de selva. O agente Clehilton da Silva Sampaio ressaltou as particularidades da atividade no interior. “Nós sabemos que em Cruzeiro do Sul somos cercados pela selva e muitas vezes temos que auxiliar na busca por presos fugitivos nesses lugares. Nós fomos beneficiados, pois necessitamos desses conhecimentos para esse tipo de missão”.

O diretor do presídio de Cruzeiro do Sul, Marquiones Santos, destacou os benefícios da capacitação dos servidores. “O curso para o sistema prisional é de grande valia, haja vista que necessariamente os agentes penitenciários são muitas vezes destacados para missões de busca a foragidos e essas buscas sempre se dão em área de selva, pois é o primeiro lugar que eles procuram, principalmente em nossa região”, disse.

Mais notícias