https://i2.wp.com/www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2019/04/IMG-20190412-WA0006-1.jpg?resize=1200%2C400&ssl=1
Economia

Cageacre inicia levantamento nos armazéns

Bruno Firmino
15.04.2019 15:10
Atualizado 15.04.2019 às 15:18

A Companhia de Armazéns Gerais e Entreposto do Acre (Cageacre) está em processo de reformulação desde o início do ano para ampliar a capacidade de armazenamento dos produtos vindos da agricultura familiar. Em um período de menos de três meses, a Cageacre já processou mais de 891 mil quilos de grãos em seus cinco armazéns.

O diretor administrativo do órgão, Roosevelt Matos, comentou que o número elevado se deve à expectativa que o governador Gladson Cameli estabeleceu em sua campanha para o agronegócio e a produção de grãos.

“A época da colheita coincide com o período chuvoso, os produtores recolhem os grãos com grau de umidade muito alto. Esses números vão de 28% até 30% de lubricidade. Caso os grãos não sejam secados com urgência eles germinam e estragam, por isso a importância dos armazéns”, destaca Matos.

O presidente reitera ainda que além da secagem, os armazéns também servem para guardar a mercadoria do produtor. “Na base de Cruzeiro do Sul, os ribeirinhos viajam até lá para processar os seus grãos. Nos municípios de Senador Guiomard, Acrelândia, Plácido de Castro e Vila Campinas esses armazéns recebem grãos de milho, variando entre 78.150 até 358.900 quilos. Em Cruzeiro do Sul também recebem grãos de arroz, que nesse período foram acumulados 120 mil quilos, além dos 7.178 sacos de milho”, explica.

Mais notícias