https://i0.wp.com/www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2010/03/fotos_00_marco_2010_centro_treinamento_nonato_souza_02.jpg?resize=780%2C372&ssl=1
Segurança

Centro de Integrado Estudos e Pesquisa prepara policial para atender a sociedade

Nonato de Souza, Assessoria/Sesp
11.03.2010 9:23
Atualizado 11.03.2010 às 9:23

Mais de 600 militares participam atualmente de um curso de formação no Ciesp

centro_treinamento_nonato_souza_02.jpg

Centro investe na formação e pesquisa na área de Segurança Pública (Foto: Nonato Souza/Sesp)

Servir aos interesses da sociedade e não das corporações a que representam. Esses são paradigmas que estão sendo quebrados na formação de praças e soldados que integrarão as fileiras da nova força de segurança pública do Acre.

O Centro Integrado de Estudos e Pesquisas em Segurança Pública do Acre (CIEPS) está em fase final de preparação de 600 novos militares em cumprimento de um planejamento curricular composto de 50 disciplinas e 1.536 horas de aulas.

O CIEPS do Acre foi criado através da Lei Estadual 2.004 de 9 de junho de 2008, assinada pelo governador Binho Marques. Segundo a diretora geral do centro, Antônia Bethe de Oliveira, a instituição foi criada para promover a integração das instituições de ensino e pesquisa dos órgãos e entidades do Sistema Integrado de Segurança Pública Estadual – SISP, promover o ensino policial integrado, a defesa e a promoção dos direitos humanos e dos princípios da ética e da cidadania, além de disponibilizar profissionais capacitados e motivados. "Preparamos essa equipe para missão de prevenção à violência, reinserção social e repressão ao crime; buscamos sempre estimular o estudo e a pesquisa na área de segurança pública e justiça, o que possibilita o acesso a novos procedimentos e tecnologias de prevenção e combate ao crime".

Ela explica que os comandantes dos novos soldados estarão participando de um curso avançado para lidar com as novas técnicas e aperfeiçoamento de formas a promover a formação, especialização e atualização constante desses profissionais.

"O Estado está oferecendo oportunidade de cursos, seminários, estágios, visitas técnicas e especializações, dentro e fora do Estado". 

Bethe Oliveira afirma que o planejamento curricular, criado para a formação de policiais do Acre, será levado para as academias e centros de formação de São Paulo, dado o avanço no conceito e propostas.

"Nossos conceitos de preparação serão referências na preparação das policiais de outros estados", afirma a diretora de CIEPS.

Os novos agentes de segurança pública do Acre recebem treinamentos nas áreas de:

  • Tratamento constitucional dispensado aos militares
  • Noções de Direitos Humanos
  • Identificação de pontos sensíveis, 
  • Defesa em desvantagem decorrentes de queda e rolamentos com o intuito de equilibrar-se durante uma situação desfavorável
  • Descrição técnica dos equipamentos de defesa pessoal e armas de uso não letais
  • Aspectos relacionados às formas de imobilização com e sem equipamentos de defesa pessoal.
  • Conceito do uso da força.
  • Legislação pertinente ao uso da força (Código de Utilização do Uso da Força e da Arma de fogo para os encarregados de cumprirem a lei e legislações internacionais, regionais, nacionais) 
  • Escala dos princípios da necessidade e da proporcionalidade do uso da força.
  • Equipamentos de proteção individual

Mais notícias