https://i0.wp.com/www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2019/08/56C9EDD3-34D6-4819-AA06-1D7A74585762.jpeg?resize=1200%2C400&ssl=1
Cultura

Curso de iniciação à linguagem teatral é ofertado pela Fundação Elias Mansour

Katiussi Melo
14.08.2019 8:50
Atualizado 14.08.2019 às 8:50

A finalização da primeira etapa do curso de Iniciação à Linguagem Teatral ofertado na Usina de Arte pela Fundação Elias Mansour será marcada pela apresentação do trabalho intitulado Cartas para o Universo. O experimento cênico, dirigido pela professora e atriz Claudia Toledo, é composto de performances corporais e declamação de poemas de Carlos Drummond, Manoel de Barros, Fernando Pessoa e Cecília Meireles, os participantes brincam e jogam em cena com o amor, é sobre este sentimento em suas diferentes formas e intensidades que Cartas para o Universo trata.

Ensaio para a apresentação do Cartas para o Universo Foto: Assessoria

Essa etapa do curso teve carga horária de 90 horas e o objetivo foi trabalhar as técnicas iniciais da linguagem cênica. Na segunda etapa, a turma terá aulas de leitura dramatizada. “Durante os três meses de atividade, trabalhamos jogos teatrais, expressão corporal, expressão vocal e improvisação, baseado nisso e na proposta dos alunos, começamos a construir esse trabalho.”

Expressão corporal oferecido durante o curso Foto: Assessoria

Serão quatro cenas desenvolvidas pelos alunos pautadas pela temática do amor, a sonoplastia da montagem é autoral, incluindo parte da música O seu amor, dos Doces Bárbaros, cerca de trinta participantes irão se apresentar no evento.

A coordenadora da Usina de Arte, Simone Pessoa, também falou sobre a iniciativa detalhando o trabalho promovido pela Usina de Arte. “ Estamos desenvolvendo várias atividades no intuito de diversificar e tornar mais abrangente o trabalho desenvolvido pela Usina. Paralelo ao experimento cênico, estão acontecendo outras ações que estão além do teatro, como a música e a xilogravura, no segundo semestre, teremos outras novidades como cursos e espetáculos
promovidos pela Fundação Elias Mansour por meio da Usina de Arte”, finalizou a coordenadora.

 

 

 

 

Mais notícias