https://i1.wp.com/www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2019/03/b4992dd6-8fd8-4354-841e-d46b39c3e0a1.jpeg?resize=960%2C400&ssl=1
Educação

Definida data de início das aulas para presídio de Senador Guiomard

Elenilson Oliveira
01.03.2019 7:19
Atualizado 01.03.2019 às 15:18

O governo do Estado do Acre, por meio do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen), realizou nesta quinta-feira, 28, no presídio de Senador Guiomard, uma reunião com a equipe da Secretaria de Estado de Educação responsável pelo Programa de Educação de Jovens e Adultos (EJA). Encontros como este acontecerão em todas as unidades do Sistema Penitenciário Acreano.

De acordo com a coordenadora de Educação do Iapen, Helena Guedes, o objetivo do encontro foi tratar sobre o início do ano letivo na Unidade. “Conversamos sobre a lotação dos professores e a quantidade de turmas a serem abertas. Foi um momento para acertar os detalhes sobre o reinício das aulas que está previsto para o dia 25 de março”, afirmou a coordenadora.

Guedes disse ainda que, para o ano letivo de 2019, a unidade penitenciária contará com quatro turmas que atenderão um total de 80 reeducandos em dois turnos, nas modalidades dos ensinos fundamental e médio.

O reinício das aulas está previsto para o dia 25 de março (Foto: Cedida)

Com a lotação dos professores na unidade, estes passarão por uma formação que acontecerá na Escola de Administração Penitenciária. “Essa formação é fruto da parceria entre a Secretaria de Educação, que tratará da parte pedagógica, com a Escola de Administração Penitenciária, responsável pelas orientações voltadas à segurança e às peculiaridades do Sistema Penitenciário” ressaltou Guedes.

O diretor do presídio, Glauber Feitosa, destacou a importância do planejamento para o início das atividades de educação neste ano. “Tivemos nessa reunião um estreitamento de ideias com a Secretaria de Educação. Nós já desenvolvemos esse projeto há alguns anos na unidade, porém com cerca de 50 a 60 presos. A meta agora é atender 80 reeducandos para que, através da educação e do ensino, possamos alcançar a ressocialização destes que se encontram sob a tutela do Estado”, disse o Diretor.

Mais notícias