https://i0.wp.com/www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2019/09/Regularize3.jpg?resize=1200%2C400&ssl=1
Geral

Depasa intensifica campanha de regularização de débito

Cleide Elizabeth
02.09.2019 9:34
Atualizado 02.09.2019 às 9:34

O consumidor que estiver em débito com o Depasa já pode parcelar os valores devidos. A resolução que instituiu o novo programa de parcelamento de dívida no âmbito do órgão já foi autorizada pelo Conselho Superior da Agência Reguladora dos Serviços Públicos do Acre (Ageac). A campanha de regularização de débito começou no dia 4 de julho e continua em todo o estado.

O Programa Regularize abrange todos os débitos dos usuários referentes ao consumo de água, esgotamento sanitário ou qualquer outra prestação de serviço vencidos até o dia 25 de junho de 2019, podendo ser pagos à vista ou negociados em até 60 parcelas. Os débitos em procedimentos judicializados poderão fazer parte do programa.

Divulgação da campanha foi intensificada durante a Expoacre Juruá Foto: Assessoria Depasa

No interior do estado o pedido de parcelamento poderá ser feito nas agências do Depasa. Na capital, a solicitação pode ser feita na OCA.

A adesão poderá ser efetuada até 31 de dezembro de 2019. Para efetiva contratação do parcelamento, o consumidor deverá atualizar e regularizar seus dados cadastrais no sistema de gestão comercial do Depasa.

A  divulgação foi intensificada durante a Expoacre Juruá. “O evento recebeu milhares de visitantes, é uma boa oportunidade de lembrar as pessoas que agora elas têm nova oportunidade e ficar em dia com o Depasa”, explica a Raquel Santos, educadora do Núcleo Sócio Pedagógico do Depasa.

Regularize

O programa de parcelamento de dívidas e atualização cadastral é uma entre várias  medidas planejadas pela gestão Gladson Cameli para solucionar problemas de estrutura e equilibrar receitas e despesas.

Atualmente, no sistema do Depasa, existem 120 mil usuários cadastrados. Para a administração do órgão esse número equivale a apenas 40% do total de usuários que efetivamente consomem a água coletada, tratada e distribuída pelo órgão. O último recadastramento foi feito em 2001. Entre os usuários cadastrados, 50 mil não possuem hidrômetro e pagam taxa mínima no valor de R$17,00.

Com a estrutura atual, o Depasa produz 1.000.360.000 m²/h de água. Dos usuários que recebem a água tratada em casa, apenas 18% pagam a fatura de água. A inadimplência chega a 45%.

Com apenas 18% de arrecadação, inadimplência e o índice de desperdício em torno de 60% não é possível garantir a qualidade do sistema. “O programa de parcelamento é uma forma de garantir a manutenção e melhorar a qualidade do atendimento aos usuários”, lembra o diretor presidente do Depasa, Zenil Chaves.

Mais notícias