https://i1.wp.com/www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2016/09/DJI_0085-1.jpg?resize=1200%2C400&ssl=1
Boletim Rio Acre 2016

Depasa realiza ações emergenciais em Acrelândia

Da Redação
08.09.2016 18:54
Atualizado 09.09.2016 às 18:49

Como consequência do intenso período de estiagem, o governo do Acre decretou no mês passado situação de emergência nas cidades de Assis Brasil, Brasileia, Bujari, Epitaciolândia, Plácido de Castro, Porto Acre, Rio Branco, Xapuri e Acrelândia, que apresentam o cenário mais grave neste momento de seca.

Nesta quinta-feira, 8, o diretor-presidente do Departamento Estadual de Pavimentação (Depasa), Edvaldo Magalhães, acompanhou o início das intervenções no reservatório da estação de tratamento de água do município, que apresenta uma redução drástica em seu volume de distribuição.

A transposição de água de açudes garantem maior volume no reservatório. (Foto: Pedro Devani)

Transposição de água de açudes garante maior volume no reservatório (Foto: Pedro Devani)

“Houve uma queda brusca na lâmina de água do açude, onde captamos e distribuímos água para as residências. A profundidade do reservatório é de 2,80 metros, e atualmente está com 80 centímetros, e em alguns pontos o nível está menor que 20 centímetros”, declara Magalhães.

Como forma de amenizar os impactos desse grave caso de seca, o gestor informa que algumas ações já estão sendo executadas pelos técnicos da instituição.

“Foi iniciada a transposição de água de um dos quatros açudes que ficam ao lado do reservatório, pertencente a um vizinho. Caso necessário, utilizaremos estas fontes, porém, observaremos o impacto deste trabalho no volume do reservatório, pois o momento é de alerta”, relata.

Magalhães destaca que além dos efeitos da estiagem, Acrelândia registra um aumento no consumo de água, decorrente dos investimentos em infraestrutura. “Na última grande seca, em 2011, a cidade tinha apenas quatrocentos e oitenta ligações. Hoje, com o programa Ruas do Povo, saltamos para mais de duas mil ligações domiciliares”, disse.

Medidas como o bombeamento da água de um pequeno açude, o aprofundamento do leito do reservatório e a intensificação da campanha “Nós Contra o Desperdício” compõem o cronograma de intervenções no município.

Mais notícias