https://i0.wp.com/www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2019/07/ETE-Tucumã02-1.jpg?resize=800%2C400&ssl=1
Cidades do Acre

Depasa reativa estação elevatória de esgoto do Tucumã

Cleide Elizabeth
17.07.2019 9:20
Atualizado 17.07.2019 às 11:51

O Departamento Estadual de Água e Esgoto – Depasa, reativou nesta quarta-feira,16, a Estação Elevatória de Esgoto do bairro Tucumã. Depredada pela ação de vândalos, a elevatória deixou de funcionar há cerca de um ano.  Para ser reativada, a unidade passou por limpeza geral, recebeu reparos em toda a parte elétrica e manutenção das bombas.

Uma elevatória é um sistema formado por bombas, válvulas e equipamentos elétricos capazes de bombear a água de uma área mais baixa para sistemas de tratamento em níveis mais elevados.

Agora em pleno funcionamento, a elevatória do Tucumã voltou a transportar o esgoto dos conjuntos Universitário I,II, III, e Tucumã para a Estação de Tratamento de Esgoto – ETE do bairro Conquista. Com o motor 50, a unidade vai operar com uma capacidade de 130 litros/segundo e vazão de 468m²/hora.

ETE leva esgoto dos conjuntos Universitário e Tucumã para estação de tratamento da Conquista Foto: Cleide Elizabeth/Depasa

Com a reativação da elevatória do Tucumã e da Estação de Tratamento de Esgoto na região da Conquista, o Governo do Estado, por meio do Depasa, deu mais um importante passo para garantir o pleno funcionamento do sistema de esgotamento sanitário da capital, atualmente comprometido por não estar dentro da lógica prevista no Plano Diretor de Água e Esgoto elaborado para a cidade no ano 2000. O documento dá as diretrizes para garantir a captação e o tratamento de 100% do esgoto gerado na cidade.

 “Com essa elevatória e a ETE funcionando estamos corrigindo alguns problemas na rede, evitando que o esgoto continue surgindo no meio da rua ou  retornando para dentro das casas, no Tucumã e Universitário,  ou chegando ‘in natura’ para os igarapés”, explicou o presidente do Depasa, Zenil Chaves.

Uma vez corrigidos os problemas da rede de esgoto, e com todas as estações em funcionamento, o próximo passo será investir na segurança do sistema. Para tanto, o Depasa já trabalha na elaboração e execução de projeto para implantação de sistemas de segurança nas unidades operacionais.

Mais notícias