https://i1.wp.com/www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2019/10/WhatsApp-Image-2019-10-08-at-3.51.13-PM-1.jpeg?resize=1200%2C400&ssl=1
Governo

Diretor geral do DNIT assegura que obra do anel viário de Brasileia será feita

David Casseb
08.10.2019 17:26
Atualizado 08.10.2019 às 17:38

O governador Gladson Cameli, em audiência com o diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), general Antônio Leite dos Santos, na manhã desta terça, 8, em Brasília, cobrou uma posição do órgão com relação à execução da obra do anel viário de Brasileia/Epitaciolândia.

Gladson esclareceu ao general que o projeto já foi saneado pelos técnicos do Estado e entregue os relatórios de pendência ao Dnit para execução da obra.

O governador Gladson Cameli, em audiência com o diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), general Antônio Leite dos Santos, na manhã desta terça, 8, em Brasília Foto: David Casseb

Leite dos Santos pediu um prazo de 10 dias ao governador para que toda a documentação seja analisada e que, não havendo mais empecilho técnico algum, a licitação seja feita. “As obras do anel viário são uma questão pontual do departamento e os acreanos podem ficar tranquilos que a execução é uma realidade”, assegurou Antônio Leite.

O governador agradeceu o apoio do general e frisou que a obra é um sonho da população das cidades fronteiriças, que terão o trânsito de veículos pesados desviados do centro da cidade.

Ponte do Madeira

Outro assunto abordado na reunião com o diretor geral do Dnit a conclusão das obras na ponte sobre o rio Madeira, na região do Abunã. Antônio Leite explicou que devido aos problemas detectados com as cabeceiras das pontes mais baixas que o limite de cheia foram feitos novos cálculos e cerca de 400 metros de aterramento com até dois metros de altura deverão ser construídos.

O diretor do Dnit explicou a Gladson Cameli que, para acelerar os trabalhos, a área a ser construída deverá ser qualificada como Obra de Arte Especial, o que dispensa nova licitação e poderá ser feita em forma de aditivo.

O general pediu paciência à população do Acre e Rondônia, afirmando que no próximo ano a obra será concluída. Gladson Cameli aproveitou a reunião para pedir apoio a um novo projeto, essencial para a população de Rio Branco: um anel viário para a capital, que servirá para desafogar o intenso trânsito de veículos pesados que cruzam a cidade.

O diretor do Dnit pediu que o governo do Estado apresente o projeto e que, para tornar mais viável, que já comece os entendimentos com a bancada federal para captação de emendas destinadas a esse fim.

Mais notícias