https://i1.wp.com/www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2019/05/Marcos-Vicentti-11-1.jpg?resize=1200%2C400&ssl=1
Cidades do Acre

Do campo à cidade: Rádio Aldeia reformula grade e se aproxima dos ouvintes

Mágila Campos
03.06.2019 8:31
Atualizado 11.06.2019 às 16:55

Lucas Beiruti mora em uma pequena propriedade rural e, todos os dias, ao amanhecer, ele tem um ritual: liga o rádio para se informar e se entreter enquanto cuida dos afazeres do campo. Na cidade, a quilômetros de distância, vive Júlio Queirós, um jovem que, enquanto trabalha e estuda, também faz o mesmo ritual, sintoniza a rádio pela internet.

Lucas e Júlio têm realidades bem distintas, mas eles têm algo em comum; Ambos são ouvintes da rádio Aldeia FM e, embora em plataformas diferentes, os dois jovens estão sempre sintonizados na frequência 96.9, uma emissora do Sistema Público de Comunicação do Acre.

Porém, apesar dos jovens estarem sintonizados na mesma frequência, seus interesses e gostos musicais são totalmente diferentes. Um é amante de músicas alternativas, enquanto o outro curte baladas sertanejas.

“Ouço a Aldeia porque sou uma pessoa ligada à cultura e ela toca músicas da nossa região, além de informar sobre os acontecimentos da cidade e da cena cultural”, conta Júlio. Já Lucas diz que escuta a rádio Aldeia, porque toca músicas sertanejas, “que falam mais da minha realidade, da vida do campo”.

A nova grade busca contemplar também ouvintes como seu Raimundo Nonato, que escuta rádio desde criança (Foto: Marcos Vicentti)

Novos quadros para diferentes públicos

Foi pensando em ouvintes como Lucas e Júlio, de diferentes contextos, que a Aldeia FM diversificou sua programação e, em 2019, reformulou a grade.

“Nós democratizamos a programação da Aldeia. Antes, ela tinha uma programação apenas para um público específico. Agora, por  orientação da secretária de Comunicação, Silvânia Pinheiro, nós passamos a diversificar toda a grade. A rádio passou a ter um leque bem maior, tentando aproximar mais a Aldeia das pessoas”, explica Jairo Carioca, diretor da emissora.

Emissora preserva sua essência

As mudanças incluem criação de novos programas informativos e de entretenimento, prestação de serviços, readequação dos quadros antigos e, ainda,  maior diversidade de gêneros musicais.  Apesar das mudanças, o diretor explica que a emissora preservou sua identidade.

“A Aldeia é uma rádio que tem mais de 15 anos no ar. Ela já tem no DNA a cultura do Acre. Então, por determinação da nossa secretária de Comunicação, optamos por manter a identidade da emissora. O que fizemos foi trazer mais diversidade para beneficiar todos os ouvintes”, define Carioca.

Entre os programas destacam-se o ‘Fale com o Governador’, novidade de 2019, durante o qual o chefe do executivo estatal conversa com radialistas e ouvintes sobre as ações que impactam a vida tanto de quem vive no campo quanto na cidade.

‘Fale com o Governador’, é uma das principais novidade de 2019 (Foto: Arquivo Secom)

“É uma novidade inclusive em termos de gestão. Os governadores anteriormente tinham um programa de apenas um minuto, e era gravado. Nesse, Gladson Cameli vem e interage com o público ao vivo”.

O Fale com o Governador é transmitido às segundas-feiras, dentro do programa Cidadania, um noticiário com os acontecimentos mais relevantes da semana.

Nova grade

Já na área de entretenimento, tanto os ouvintes com o perfil de Júlio quanto o de Lucas podem se sentir contemplados, pois a emissora conta com quadros que oferecem programação de variados estilos musicais. Um deles é ‘Os Embalos da Aldeia’, apresentado pelo radialista Jean Ney. “É um programa com músicas dos anos 70, 80 e 90, resgatando os grandes clássicos que continuam a embalar nossos corações”, conta o apresentador.

Mas se o ouvinte prefere canções mais atuais tem o ‘Tardes da Aldeia’, com Giovanni Acioly. “Esse é um dos programas mais antigos da Aldeia, e já foi apresentado por vários profissionais. Agora assumimos ele com muito carinho e a a proposta é tocar Pop Rock, mas também tem outros estilos”, explica Acioly.

Emissora oferece programas em diferentes formatos (Foto: Marcos Vicentti)

Cultura e informação

A emissora transmite ainda o Cultura no Balde, Aldeia Clássicos, Aldeia Hits e o Ponto de Encontro na Aldeia, um espaço que recebe artistas locais, como forma de difundir e fortalecer a cultura amazônica.

Paralelo aos programas, a rádio oferece ainda um informativo, atualizado a  cada uma hora. “É mais um canal de comunicação, para atualizar os ouvintes dos últimos acontecimentos, porque alguns não têm acesso à Agência de Notícias, mas precisam conhecer as ações do estado que impactam suas vidas”, explica o jornalista Jonathan Costa.

Na área de prestação de serviços, a emissora de alma amazônica, transmite ainda o Universo Aldeia, comandado pela jornalista Larissa Costa.  Durante duas horas a apresentadora fala sobre saúde, equilíbrio, tecnologia, empreendedorismo e cultura.

Os quadros musicais vão do sertanejo ao Flash Back internacional (Foto: Tales Macedo)

A Rádio FM de maior audiência

A programação regional vai ao ar de segunda a sábado.  Na avaliação do diretor da emissora, as mudanças já refletem na audiência. Atualmente a Aldeia FM é a rádio de maior audiência do Estado, pela internet. Os internautas podem acessar a Aldeia pelo endereço: http://aldeiafm.ac.gov.br/.

“De fevereiro para cá, nós ganhamos 2 mil ouvintes a mais por mês, isso foi comprovado através do sites que regulam o acesso pela internet. Ou seja, hoje, pela internet somos a rádio FM mais ouvida, quando se trata de AM a Difusora passa um pouquinho da gente”.  A Difusora Acreana também faz parte do Sistema Público de Comunicação.

Além da capital, a rádio Aldeia, que completa 16 anos no próximo dia 24 de junho, alcança os municípios do Alto Acre na frequência 90.3,  Cruzeiro do Sul na 107.9, Tarauacá (95.5) e Xapuri (89.5). “Essa rádio é fundamental para o Acre, porque ela é de cunho educacional, social e cultural. Aqui não tem nenhum tipo de publicidade comercial, as propagandas veiculadas aqui são de cunho educativos, como campanhas de trânsito e de saúde”, ressalta Carioca.

Mais notícias