https://i1.wp.com/www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2019/06/DSC_0350.jpg?resize=1200%2C400&ssl=1
Educação

ECA na Comunidade reúne pais de alunos em palestra sobre direitos e deveres

Clícia Araújo
12.06.2019 10:36
Atualizado 12.06.2019 às 17:17

A Secretaria de Educação, Cultura e Esportes (SEE) e o Tribunal de Justiça do Acre (TJAC) reuniram na tarde desta terça-feira, 11, no auditório da Escola Humberto Soares da Costa, pais dos alunos do ensino médio para uma palestra sobre Direitos e Deveres. A atividade é parte integrante do Programa Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) na Comunidade.

O ECA na Comunidade foi lançado em 2011 em parceria entre a SEE e o TJAC. As atividades incluem a realização de palestras educativas sobre direitos da criança e do adolescente, cidadania, bem como prevenção e resolução de situações de risco social que envolvam os alunos, coibindo e minimizando a ocorrência de agressões ou quaisquer outros atos infracionais, tanto dentro quanto fora do ambiente escolar.

O programa diz que conhecer nossos direitos é o primeiro passo para que esses direitos sejam efetivamente respeitados, assim também nossos deveres para que não cometamos o risco de não cumpri-los.

A palestra foi proferida pela educadora do TJ/AC, Alessandra Gonçalves Pinheiro, e pelo promotor do Ministério Público, Francisco Maia, com o objetivo de esclarecer a comunidade escolar acerca dos procedimentos a serem adotados nas situações de violação de direitos de crianças e adolescentes focalizando e resolvendo os problemas na sua origem, além de sensibilizar os pais acerca da importância da parceria escola e família e da necessidade de acompanhar a vida escolar dos filhos.

Palestra Direitos e Deveres foi realizada na Escola Humberto Soares (Foto: Clícia Araújo/Ascom See)

“Esse momento é de grande importância para a escola, estamos muito felizes e agradecidos. Eles vieram falar a respeito dos limites que os pais devem dar aos filhos e nós percebemos que muitas ações dos filhos acontecem porque os pais não costumam dizer não. Essa palestra veio fortalecer, pois muitos alunos têm problemas de comportamento e agressividade, por conta de não ter limites em casa com a família”, falou a gestora da Escola Humberto Soares da Costa, Juliana Marinho.

O programa prevê a orientação e prevenção da violência na escola, bullying, abuso sexual contra crianças e adolescentes e outros temas de interesse da comunidade escolar podendo ser solicitado, com antecedência, por meio de ofício.

Trabalho de orientação e prevenção sobre violência na escola (Foto: Clícia Araújo/Ascom See)

“Nós estamos intensificando esses trabalhos porque a gente vê a necessidade da presença dos pais e do poder público de uma forma geral dentro da escola, para orientar os pais na questão do acompanhamento da vida escolar dos filhos, para direcionar algumas instituições de que elas precisam acessar nesse cuidado, nessa proteção dos filhos.  Hoje, graças a Deus, os pais vieram prestigiar, ouvir aquilo que nós trouxemos como informação e orientação para eles”, conclui a educadora Alessandra Pinheiro.

Arlete Moura dos Santos, mãe de um dos alunos, agradece o empenho da escola em solicitar a palestra para a comunidade e se coloca à disposição para ajudar no acompanhamento do seu filho, juntamente com a escola e os demais pais para conseguir ações que ajudem os alunos no combate ao tabagismo e outras drogas.

Mais notícias