https://i2.wp.com/www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2019/03/Braile.jpg?resize=1200%2C400&ssl=1
Educação

Educação promove ações em comemoração ao Dia Nacional do Braille

Ariel Lima
09.04.2019 9:35
Atualizado 09.04.2019 às 17:10

Anualmente é comemorado no dia, 8 de abril, o Dia Nacional do Sistema Braille, que tem por objetivo conscientizar a população da promoção de políticas públicas para a inclusão de pessoas com deficiência visual no sistema educacional.

Em alusão à data o Centro de Apoio Pedagógico para Atendimento as Pessoas com Deficiência Visual do Acre (CAP/AC), promove durante esta semana uma programação voltada para conscientização e aprendizagem da população para esse sistema educacional inclusivo.

A programação teve início na manhã de segunda-feira, 8, com uma panfletagem que contou com a participação do contador de história Luis Eduardo, os funcionários do CAP, alunos do curso de Braille e alunos com deficiência visual. A ação foi realizada no cruzamento da Avenida Ceará.

Panfletagem em alusão ao dia do braille (foto:cedida)

“Precisamos pensar que as políticas públicas devem incentivar o uso da leitura e escrita em Braille, para garantir o processo de autonomia e inclusão de pessoas com deficiência visual”, afirma Hyrla Mariano, coordenadora do CAP.

As ações serão realizadas de 8 a 10 de abril, em parceria com a Fundação Dorina Nowill, por meio da rede de leitura inclusiva, tendo como representante Perla Assunção, que irá ofertar uma oficina referente à produção de livros acessíveis e uma ação de formação para profissionais da educação.

“A leitura inclusiva é um direito. Serve para todos. Para todos os eixos. As pessoas têm que ter igualdade de direito em qualquer circunstância. Quando falamos em leitura inclusiva, pensamos na forma de cada pessoa acessar a leitura independente de qual seja sua deficiência, utilizando-se dos recursos acessíveis”, ressalta Perla Assunção.

Thais Carvalho, fala sobre relevância da alfabetização por intermédio desse sistema. “É importante para o deficiente visual, é um meio de alfabetização que me proporciona a ler um livro assim como qualquer outra pessoa, e me ajudou na minha formação, hoje sou formada em psicologia”.

Perla Assunção, representante da Fundação Dorina Nowill (foto: Mardilson Gomes/Ascom SEE)

A programação se estende até a próxima quarta-feira, 10, com atividades de ação formativa sobre mediação de leitura inclusiva, reuniões de grupos de trabalhos e sessões de cinema acessível com a exibição de filmes com audiodescrição. Segue a programação:

09/04 – Terça-feira:

Ação Formativa sobre Mediação de Leitura Inclusiva

Horário: 8 às 11 horas

Local: Sala de Formação do NAAH/S – No Núcleo Estadual de Tecnologia Assistiva

– NETA. Endereço: Estrada Alberto Torres, 825, Conjunto Mariana.

Atividade formativa com Perla Assunção (Fundação Dorina Nowill – SP)

Horário: das 14 às 16 horas

Local: Sala de Formação do NAAH/S – No Núcleo Estadual de Tecnologia Assistiva

10/04 – Quarta-feira:

Cinema Acessível

Horário: das 8 às 10 horas (Público Adulto) e das 14  às 16 horas (Público Infanto-Juvenil)

Local: Auditório do prédio da Coordenação da Educação Especial. (Rua Omar

Sabino, 650, Estação Experimental).

 

Mais notícias