https://i1.wp.com/www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2019/06/WhatsApp-Image-2019-06-04-at-21.42.54.jpeg?resize=1200%2C400&ssl=1
Educação

Em festa no Teatro dos Nauas, Governo lança Censo Escolar 2019 no Juruá

Resley Saab
05.06.2019 8:33
Atualizado 05.06.2019 às 17:44

Solenidade tem como objetivo sensibilizar educadores a recensear estudantes de todas as redes de ensino

O Governo do Estado do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esportes (SEE), lançou o Censo Escolar 2019, em solenidade no Teatro dos Nauas, em Cruzeiro do Sul, nesta terça-feira, 4.

Uma série de apresentações dos jovens do Conservatório Musical do Vale do Juruá e do programa ‘Juntos Mudamos o Mundo’, tocado pelo Ministério Público do Estado do Acre, marcou o momento, com a presença do governador Gladson Cameli e do secretário de Educação, Mauro Sérgio da Cruz, além de gestores escolares, coordenadores pedagógicos, coordenadores de ensino e professores.

O censo é importante instrumento de suporte para elaboração de políticas para a Educação. (Foto: Marcus Vicentti/Secom)

O Censo Escolar 2019, cuja primeira etapa já está em andamento e se estende até o dia 31 de julho, é um mecanismo importante para que o governo do estado saiba quantos estudantes existem nas redes públicas estadual, municipal e privada. A coleta de informações segue até o dia 31 de agosto, quando os dados serão tabulados e analisados pelo Instituo Anísio Teixeira, o Inep, organizador da pesquisa. A segunda fase começa no dia 1º de setembro e vai até o dia 30 do mesmo mês.

De posse desses números é que o governo federal calcula o montante de recursos que serão destinados ao Estado. Pelo censo escolar será definido, por exemplo, quanto o Acre receberá do Fundo Nacional da Educação Básica, o Fundeb, ou do Programa Nacional de Alimentação Escolar ou ainda o de Transporte Escolar.

Governador Gladson Cameli destaca a importância do empenho de todos para a realização do Censo Escolar (Foto: Marcus Vicentti/Secom)

Gladson Cameli pediu o empenho de todos os servidores da Educação por um ensino de qualidade. “O sucesso de cada governo medido pelo empenho de cada um de nossos servidores. E sei que vocês, diretores de escola, professores e corpo técnico são extremamente importantes para a nossa missão de servir às pessoas”, afirmou ele, saudando especialmente Ruth Bernardino, atualmente coordenadora do Núcleo da SEE em Cruzeiro do Sul, e que foi a sua primeira professora.

“Agradeço imensamente à Ruth e quero dizer que continuo sendo o Gladson que vocês conhecem. Estou aqui para governar para o povo do meu estado, sem distinção de bandeiras políticas ou partidárias. E peço que nos ajude nessa caminhada”, ressaltou o governador.

Na opinião do secretário de Educação, Mauro Sérgio Cruz, o lançamento do censo é um “momento ímpar” para que o novo governo coloque em prática tudo aquilo que se propôs a fazer e apresentou na campanha eleitoral.

” Nenhum aluno deve ficar de fora”, lembra o secretário Mauro Cruz. (Foto: Marcus Vicentti/Secom)

“Agora precisamos fazer um Censo Escolar em que nenhum aluno fique de fora ou deixe de ser cadastrado no sistema. E os nossos gestores, coordenadores de ensino e pedagógicos, as nossas secretárias e seus auxiliares são fundamentais para que possamos fazer esse trabalho da melhor maneira para uma educação de qualidade. Devemos levar a sério o Censo”, pontuou Sérgio Cruz.

Pela manhã, o secretário esteve em algumas escolas indígenas de Cruzeiro do Sul e constatou que os alunos indígenas também estão tendo uma educação de qualidade.

Alguns números do Censo Escolar de 2018 revelam, por exemplo, que Rio Branco tinha até o ano passado pelo menos 1.591 escolas. Outras 613 estão nos demais 21 municípios. Em toda a rede estadual, o número de alunos chegava a 303 mil, dos quais, 168.614 eram da rede estadual.

Mais notícias