https://i1.wp.com/www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2019/06/IMG_9399.jpg?resize=600%2C400&ssl=1
Economia

Emater e Banco do Brasil dinamizam atendimento em linhas de créditos

Neide Santos
07.06.2019 9:53
Atualizado 07.06.2019 às 11:00

Trabalhadores rurais e clientes da Empresa de Assistência Técnica Extrativista Rural do Acre (Emater) passam a dispor de agilidade e comodidade nos atendimentos para concessão de linhas de créditos, graças ao Programa Agente de Crédito Rural, implementado através do convênio firmado entre a Secretaria de Estado de Produção e Agronegócio (Sepa) e o Banco do Brasil.

O convênio Agente de Crédito Rural possibilita à Emater originar negócios rurais através do Portal de Crédito, no sistema disponibilizado pelo Banco do Brasil. Essa parceria está dentro da resolução 4.631/2018 do Banco Central (Bacen) que normatiza empresas parceiras a oferecerem um leque de serviços aos clientes.

Produtores rurais terão acesso facilitado à linha de crédito. (Foto: Angela Peres/Secom)

Assim, a Emater vai oferecer diretamente aos clientes os serviços em cadastro, recepção de documentação, análise prévia, orientação ao produtor rural, originação de propostas de crédito e arquivo de documentos.

A parceria Emater e Banco do Brasil também oferece para todos os produtores rurais, pessoas físicas, demais clientes do Banco do Brasil, que também são assistidos pela estatal, as linhas de crédito como Pronaf, Custeio, Pronaf Mais Alimentos e BB Agropecuário, tudo via portal.

Agilidade

A média de espera para operação de custeio era de 10 dias e até 30 dias para análise de investimento. Com o agente de crédito esse tempo irá baixar em até 30%, pois serão retiradas, no mínimo, três etapas que eram feitas inicialmente.

Para requerer os mais variados serviços o cliente não precisará ir até a Emater, depois ao banco. Poderá fazer tudo na Estatal e todas as etapas dos processos poderão ser acompanhados online.

O secretário de Produção e Agronegócio, Paulo Wadt, esclarece que antes o órgão só fazia a parte da assistência técnica e extensão rural, agora também fará o processo de crédito de forma mais direta, uma vez que atuará em Ater, elaboração do projeto, confecção do cadastro, originação da proposta, acompanhamento e gestão.

Secretário Paulo Wadt diz que o serviço irá economizar tempo e recursos (Foto: Marcos Vicentti/Secom)

“Esse convênio está dentro do projeto de governo em melhorar os serviços prestados aos cidadãos. Não haverá mais aquele vai e volta do produtor rural, de ir várias vezes a Emater e ao banco, pois agora tudo será resolvido no escritório do órgão, num fluxo simplificado, se economiza tempo e recursos, com os processos todos online”, exemplificou Wadt.

Moderno e inovador

O produtor não terá mais que se deslocar de longas distâncias em busca da agência do Banco do Brasil mais próxima. Ele só precisa ir ao escritório da Emater e todo o processo será gerado, digitalizado no escritório e enviado via internet.

Logística remunerada

O Banco do Brasil irá remunerar a Emater pelos serviços de atendimento a esses clientes gerando receitas para a empresa investir e melhorar cada vez mais o atendimento.

 

Mais notícias