https://i0.wp.com/www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2019/08/IMG_2927-1.jpg?resize=1200%2C400&ssl=1
Economia

Empresário francês fecha R$ 20 milhões em negócios na Expoacre 2019

Wesley Moraes
02.08.2019 15:32
Atualizado 02.08.2019 às 15:33

Bons ventos estão soprando a favor da indústria madeireira durante a Expoacre 2019. Isso porque o empresário francês Fabrice Jaquier, acreditando no novo momento que a economia do estado vive, fechou a compra de 150 containers de madeira certificada ao longo de um ano. O volume dessa transação vai injetar na economia local cerca de R$ 20 milhões.

Toda esta madeira tem a Europa como destino, sobretudo, a França. A matéria-prima é altamente cobiçada pela construção civil e indústria moveleira europeia.

Jaquier explica que está há quatro meses no Acre negociando a compra de madeira e se certificando que todo o processo obedece aos padrões estabelecidos pela legislação brasileira.

“O Acre tem madeira de excelente qualidade e toda a Europa conhece e tem o desejo de ampliar esse mercado. E eu acredito que isso vai ser muito bom para a economia local porque vai gerar muitos empregos e que tem de tudo para crescer ainda mais”, enfatizou.

O entusiasmo do francês é tamanho que ele até já deu início a abertura de uma empresa acreana voltada tão somente para a exportação e importação de madeira.

“Desejo muito que esta nova rota comercial se consolide para que o Acre e a Europa possam fazer muitos negócios e a abertura desta empresa é a prova que realmente acredito nesse mercado e que tenho certeza que vai dar muito certo”, pontuou.

Governador Gladson Cameli e Fabrice Jaquier, empresário francês que fechou R$ 20 milhões em negócios na Expoacre 2019 Foto: Diego Gurgel/Secom

Segundo o governador Gladson Cameli, “Todo tipo de investimento para o Acre é muito bem vindo e vai ser desta forma que vamos conseguir melhorar a nossa economia. E tenham certeza que não só este empresário francês, mas todos que queiram ajudar com o desenvolvimento do nosso estado vai ter nosso total apoio porque o nosso foco é melhorar a vida das pessoas por meio da geração de emprego e renda”, ressaltou.

A presidente do sindicato das Indústrias Madeireiras do Acre, Adelaide de Fátima, explica que o francês foi apresentado a vários empresários locais e o fechamento da negociação se deu de maneira bastante ágil.

Fátima revelou ainda que a política adotada pela atual gestão no que se refere ao impulsionamento da economia foi fundamental para que os empresários fechassem a quantia milionária com o francês.

“Acho isso fantástico porque vai dar a oportunidade para muitas empresas que não exportavam madeira para outros países e pelo Fabrice ter vindo à feira e ver o compromisso do governo com o agronegócio com a madeira sustentável e isso fez com que ele acreditasse no Acre e eu não tenho dúvida que este é um novo momento para o setor florestal”, argumentou.

 

Mais notícias