https://i0.wp.com/www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2018/12/chico-mendes-1.png?resize=1200%2C400&ssl=1
Cultura

Encontro Chico Mendes 30 anos se inicia neste sábado

Da Redação
14.12.2018 16:02
Atualizado 20.02.2019 às 16:58

Xapuri vai ser palco de um momento histórico. Nos dias 15, 16 e 17 o município sedia o “Encontro Chico Mendes 30 anos: uma memória a honrar. Um legado a defender”. Promovido pelo Conselho Nacional das Populações Extrativistas (CNS), o evento vai reunir lideranças extrativistas e ambientalistas renomados.

Chico Mendes no Sindicato de Trabalhadores Rurais em Xapuri (Foto: Arquivo)

A programação se inicia às 9 horas da manhã, desta sábado, 15, com a leitura de um poema declarado por Lívia Mamede Mendes, bisneta de Chico Mendes. No encerramento (segunda-feira, 17), 30 jovens extrativistas farão a leitura coletiva da “Carta de Xapuri” – documento histórico que marcará o compromisso das pessoas presentes, em especial da juventude da floresta, com a defesa dos ideais de Chico Mendes para os próximos 30 anos.

“Vamos celebrar esses 30 anos de história, memória e luta em que o processo de mobilização da origem desse movimento continua até hoje e faz com que cheguemos a esse evento que agrega três gerações. Juntos, vamos reafirmar esse compromisso com a luta pela preservação do meio ambiente”, salienta o presidente do CNS, Joaquim Belo.

Assassinado, em Xapuri, há quase 30 anos, Chico Mendes deu voz aos povos da floresta, tornando-se mensageiro da defesa de políticas públicas ambientais pautadas no desenvolvimento sustentável, conservação, inclusão social e cidadania.

Prêmio Chico Mendes de Florestania

Papa recebe o prêmio de Ângela Mendes, filha de Chico Mendes e da primeira-dama Marlúcia Cândida (Foto: Vatican Media)

Um dos pontos altos do encontro será a entrega pelo governador do Acre, Tião Viana, do Prêmio Chico Mendes de Florestania a personalidades que contribuem com o desenvolvimento sustentável, bandeira defendida pelo mártir ambiental.

Criado em 2004, o prêmio tem por finalidade reconhecer e estimular as atividades, programas, ações e iniciativas que visam consolidar os ideais defendidos por Chico Mendes.

Os escolhidos por indicação nas três categorias são: Helmut Eger, por iniciativa internacional, Luiz Inácio Lula da Silva, iniciativa nacional, e Associação Agroextrativista do Barão e Ipiranga (AAPBI), por iniciativa comunitária, rural e florestal.

“Além dos três agraciados, esse ano o prêmio possui a categoria especial ‘De Francisco para Francisco’, na qual homenageamos o Papa Francisco. Também vamos entregar 30 menções a personalidades e entidades que atuaram nessa causa, que alinhada ao pensamento do Chico, envolve a floresta e uma condição de vida adequada, respeitando o homem, a sua natureza e a natureza da natureza”, explica Karla Martins, diretora-presidente da Fundação de Cultura Elias Mansour (FEM).

Leia também: Papa Francisco recebe Prêmio Chico Mendes de Florestania

Mais notícias