https://i0.wp.com/www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2019/07/TÍTULOS-INTERACRE-FOTO-NETO-LUCENA-12.jpg?resize=1200%2C400&ssl=1
Acre

Estado entrega 450 títulos definitivos aos moradores do Loteamento Fahat

Lilia Camargo
30.07.2019 18:53
Atualizado 30.07.2019 às 21:31

Moradora desde que o bairro passou a ser reconhecido como Loteamento Fahat, a aposentada Maria da Conceição, de 56 anos, recebeu na tarde desta terça-feira, 30, o tão sonhado título definitivo de seu imóvel. A entrega foi feita pelo Governo do Acre, através do Instituto de Terras (Iteracre), durante a programação da maior feira de negócios do Acre – Expoacre 2019.

“Hoje eu tenho a segurança de que o imóvel é meu. Quando eu comprei há 17 anos, só tinha o contrato de compra e venda, agora recebi o titulo definitivo e posso dizer finalmente que é meu, vender ou até conseguir financiamento com o banco pra reformar ou construir minha casa, eu agradeço muito o esforço do governo, esperei muito por isso”, disse.

Dona Maria da Conceição esperou 12 anos para receber o seu titulo definitivo. Foto: Neto Lucena

A cerimônia de entrega contou com a presença do governador em exercício, Major Rocha, e do deputado estadual Neném Almeida, que formalizou o pedido para a regularização dos moradores do Loteamento Farhat. “Nós estamos trabalhando muito pra regularizar a situação de todo o povo acreano. Sabemos da importância desse documento pra vocês e é uma satisfação para nós levar isso às famílias. O governador Gladson Cameli não pode vir, pois está em Brasília em busca de investimentos para o nosso Acre, mas mandou um forte abraço a todos. Façam um bom proveito do título de vocês”, destacou Major Rocha.

Major Rocha era o governador em exercício presente na solenidade de entrega dos títulos. Foto: Neto Lucena

No total foram 450 títulos definitivos expedidos pelo Iteracre. O esforço contou com a parceria da prefeitura e do cartório regional para correção de pendências nas terras. O presidente do instituto, Ismael Machado, ressaltou o empenho dos envolvidos para a realização da entrega do documento. “Foi um esforço grande para chegar a esse momento, desde o levantamento de informações fundiárias até a coleta dos pontos de geo-referenciamento, fazendo todas as correções para tratar a população de forma correta e entregando esse titulo definitivo”, finalizou.

Mais notícias