https://i2.wp.com/www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2019/03/Doação-do-laboratório-Charles-Mérieux-10.jpg?resize=1200%2C400&ssl=1
Governo

Fundação Mérieux doa moderno Laboratório de Biologia Molecular ao Governo do Acre

Wesley Moraes
29.03.2019 16:49
Atualizado 04.04.2019 às 10:10

Unidade é uma das mais modernas do Brasil para o desenvolvimento de pesquisas relacionadas a doenças tropicais

O governador Gladson Cameli e o diretor de Operações Fundação Mérieux, Pascal Vincelot, assinaram na tarde desta quinta-feira, 28, o termo de doação do Laboratório de Biologia Molecular Charles Mérieux para o Governo do Estado do Acre.

O diretor de Operações da Fundação Mérieux, Pascal Vincelot, reconheceu o esforço do Governo acreano em agilizar os trâmites para conclusão do processo de transferência do Laboratório no menor tempo possível.

“Pensávamos que a documentação iria demorar alguns meses para ser finalizada, mas fomos surpreendidos positivamente com a atenção dada pelo Governo do Acre em receber a doação do laboratório, isso demonstra que ele será muito bem utilizado a partir de agora”, explicou.

Para Gladson Cameli, a burocracia não faz parte de seu governo, principalmente as pautas referente a saúde pública e a doação do Laboratório Charles Mérieux foi tratada como prioridade. O gestor aproveitou a oportunidade e colocou o Estado à disposição para novos investimentos.

“A Saúde é um grande desafio da nossa gestão e tudo aquilo que vier a acrescentar para melhorar o atendimento a nossa população será muito bem vindo. Agradeço a gentileza da Fundação Mérieux em nos fazer a doação do laboratório e quero dizer que estamos abertos para receber novos investimentos”, enfatizou Cameli.

Laboratório Charles Mérieux

Localizado na Fundação Estadual Hospital do Acre (Fundhacre), o Laboratório Charles Mérieux foi inaugurado em 2016. A unidade é uma das mais modernas do país para a realização de estudos na área de doenças tropicais. O investimento realizado pela fundação francesa na construção e aquisição de equipamentos foi de R$ 10 milhões.

O moderno laboratório de biologia molecular permite o desenvolvimento de pesquisas em diversas doenças endêmicas, hepatites virais, tuberculose, entre outras, além de servir de campo para formação de recursos humanos na área de diagnóstico molecular.

O presidente da Fundação Hospitalar, Lúcio Brasil, explicou que a sala de coleta de exames da unidade está em fase final de implantação e que o laboratório deve funcionar em sua plenitude a partir do mês de abril.

“O Acre ganha um laboratório de ponta para realizar o diagnóstico de hepatite e outras doenças tropicais e vamos fazer o esforço necessário para atender bem a nossa população e fazer da nossa unidade uma referência para o Brasil”, pontuou.

 

Mais notícias