https://i1.wp.com/www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2019/10/dentes-2.jpg?resize=1200%2C400&ssl=1
Educação

General do Exército visita Escola Militar Tiradentes

Stalin Melo
02.10.2019 14:59
Atualizado 02.10.2019 às 14:59

Acompanhado do secretário adjunto da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes (SEE), professor Márcio Mourão, o comandante da 17ª Brigada de Infantaria de Selva, localizada na cidade de Porto Velho (RO), general Luciano Batista de Lima, realizou uma visita ao Colégio Militar Tiradentes, localizado na região do Calafate, coordenado pela Polícia Militar do Acre (PMAC) em parceria com a SEE.

O general veio conhecer a experiência de colégios militares no Acre. Isso porque, nos próximos anos, o Exército Brasileiro, numa parceria com o Governo do Estado, estará assumindo a gestão de três colégios no Acre, em Tarauacá, Brasileia e um terceiro em Sena Madureira.

General conheceu os projetos desenvolvidos no contraturno. Foto: Mardilson Gomes

Em Tarauacá, está sendo concluída a construção de uma unidade na BR 364, sentido Feijó, pela prefeitura local, que passará a gestão ao governo e ao Exército. Em Sena Madureira, o governo já tem uma área para a construção do Colégio. A meta do governo é iniciar as aulas ainda no primeiro semestre do ano que vem.

Durante a visita, o general teve a oportunidade de conhecer a prática pedagógica adotada pelos professores e os mais diversos projetos desenvolvidos no contraturno, como aulas de capoeira, taekwondo, balé e xadrez. O Colégio Tiradentes conta hoje com 748 alunos.

O diretor do Colégio, Major Agleilson Correia, que também acompanhou a visita juntamente com o subcomandante da PM, coronel Douglas Thomaz, explicou ao general como funciona a escola e destacou a qualidade de ensino, que afirmou ser “de excelência”.

Exército irá assumir três escolas militares no Acre nos próximos anos. Foto: Mardilson Gomes

O Colégio Tiradentes existe desde 2017 por meio do Decreto 3.362, de 20 de dezembro do mesmo ano. Além das disciplinas obrigatórias da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), há também as eletivas. Segundo o major, a escola tem zero por cento de evasão e zero por cento de violência escolar.

“Essa visita do general aqui no Colégio Tiradentes é de fundamental importância porque temos nesse modelo das escolas militares uma boa referência no que diz respeito à qualidade de ensino, sem falar em questões como civismo e cidadania, que são muito valorizadas nessas escolas”, afirmou o secretário adjunto.

Mais notícias