Parque Tecnológico

Gestores da Fundação de Tecnologia do Acre cumprem agenda em Brasília

A presidente da Fundação de Tecnologia do Acre (Funtac), Odicléia da Costa, e o diretor-administrativo e financeiro da Funtac, Antônio Pádua, cumprem, esta semana, agenda em Brasília.  O detalhamento dos  próximos passos para a consolidação do Parque Tecnológico do Acre, os desafios da ciência e tecnologia no estado e apoio dos parlamentares para a destinação de recursos à fundação e desenvolvimento de pesquisas em diversas áreas foram os principais temas das agendas com parlamentares acreanos e o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

A ideia é que, com o funcionamento do Parque, seja ampliado o incentivo à inovação tecnológica  e geradas novas oportunidades para a sociedade.

Gestores do Acre cumprem agenda em Brasília (Foto: assessoria parlamentar)

Os gestores foram recebidos pelos senadores Sérgio Petecão, Márcio Bittar e pela senadora Mailza Gomes. “Unidos, vamos transformar o Acre num grande território de inovação e tecnologia”, destacou a senadora.

Os deputados Alan Rick e Flaviano Melo e a deputada federal, Jéssica Sales, reiteraram apoio às propostas de incentivo à pesquisa no Acre. A deputada federal falou da alegria em receber os representantes do governo e da importância em se trabalhar em conjunto pelo fortalecimento de pesquisas no estado, por meio de emenda parlamentar.

Com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, os gestores da Funtac conversaram sobre a Natex – fábrica de preservativos masculinos – e contratos entre o Ministério da Saúde e as instituições de pesquisa do Acre.

“Foi uma agenda bem positiva, todos os parlamentares que visitamos demonstraram receptividade em ajudar a Fundação de Tecnologia do Acre e a Fundação de Amparo à Pesquisa, por meio de suas emendas parlamentares. O Ministro da Saúde também foi bem receptivo, convocando sua equipe para dialogar conosco sobre o cumprimento do contrato entre a Funtac e o Ministério da Saúde.

Um novo encontro ficou agendado para o próximo dia 21, quando cada uma das 31 instituições envolvidas na consolidação do Parque Tecnológico irá apresentar a forma de contribuição na elaboração do trabalho, além de apresentar o corpo técnico.

Também será debatida a metodologia de trabalho e as potencialidades de cada instituição para efetividade e criação do nosso Parque Tecnológico.